Adão e Eva pecaram e sou eu quem pago?


Liu, foi assim que se identificou em um debate virtual um jovem que buscava algumas respostas para várias questões existenciais:

“Sempre pensei neste tema e não consigo chegar a uma conclusão satisfatória.
 Eva comeu o fruto, vacilou... fato... Adão foi e comeu também...vacilou...fato... Mas agora por que temos que pagar por um erro deles, por que não temos o nosso fruto como tentação? Por que na verdade temos inúmeros frutos... Por que tenho que pagar por algo que não fui eu o tentado, e sim Adão e Eva, por que não me foi dada a chance de estar no jardim do Éden pra ser tentado por um fruto? Por que temos que pagar por um erro deles, por que não temos o nosso fruto como tentação? Queria ter tido a chance de ter nascido no Éden como eles, e somente um fruto pra eu não tocar. Eles erraram e eu pago por isso? Se a salvação é individual por que eu tenho que pagar por algo que meu pai fez? (...) É como se Adão e Eva estivessem em uma batalha com um soldado inimigo vendado, sem arma, e nós estamos uma batalha com armas sofisticadas, e um grande exercito tentando nos destruir, estamos em desvantagem sem precedentes. Queria ter tido a chance de ter nascido no Éden como eles, e somente um fruto pra eu não tocar. (...) Adão não tinha outras mulheres perto dele, andando semi nua, opa, Eva andava pelada (rss) sei que entenderam meu ponto de vista. Não tinha orkut (rss) facebook, twitter, TV, chefe chato, doenças, contas pra pagar, violência...etc”



Liu, todos temos um dia um encontro com essas perguntas existenciais. Por isso, peço licença a você para trazer seus questionamentos para cá. Bom... vou começar do final para o começo. Mas, permita-me dizer que não tenho a pretensão de lhe dar todas as respostas. Não porque esteja intencionalmente sonegando compartilhar conhecimento, mas porque acredito fortemente que esse é o tipo do questionamento que em sua essência passa pelo caminhar individual e é nesse processo que as melhores respostas são dadas.

Considero seu questionamento complexo, porém, quando digo complexidade não significa que esteja dizendo para você que não tenha, a nível pessoal, encontrado as minhas respostas.

Não quero lhe deixar angustiado (risos), mas essa é apenas uma das muitas perguntas complexas que com certeza lhe farão, ou por pegadinha ou por curiosidade ou porque querem realmente respostas.

Sugiro que você procure conhecer os mais variados pensamentos desenvolvidos pelos homens em busca dessas respostas. Leia bons livros, de bons pensadores. E agora o conselho maior, fortaleça sua relação com Deus, procure conhecer Deus num conhecimento sem a arrogância que normalmente temos de querer alcançar a plenitude do que seja a mente de Deus. Afinal, esse processo, é como querer colocar todo o oceano num pequeno copo de 200 ml. Deus é infinito... temos uma mente finita, este é um princípio importante a conservar nesta busca pelo conhecimento de Deus.

Dá uma lida neste livro como Conhecer a Deus, de Morris Venden. Olhe o que o autor diz no seu final:  “Se você leu o final do Livro, sabe que irá vencer! S. João 17:3 diz de maneira muito evidente: "E a vida eterna é esta: que Te conheçam a Ti, o único Deus verdadeiro, e a Jesus Cristo, a quem enviaste."

É provável que tais questionamentos encontrem razão na dúvida pessoal sobre quem realmente seja Deus. Salvador apenas ou Salvador e Senhor?

Logo abaixo proponho a você 3 vídeos, em 2 deles Jeremy Camp conta sua experiência e apresenta uma importante questão: Andar por fé ou por vistas? O outro é o testemunho pessoal de Nadson Portugal.

Saber discernir a diferença entre esses dois conceitos é muito importante. Como cristãos temos que estar convictos sobre essas resposta em nossas vidas.

No tempo de Jesus muitos disseram: “Este é Jesus, o Profeta de Nazaré da Galiléia” (Mateus 21:11)

“E de todos se apoderou o temor, e glorificavam a Deus, dizendo: um grande profeta se levantou entre nós, e Deus visitou Seu povo.” (Lucas 7:16)

“Interrogou Jesus a Seus discípulos, dizendo: Quem dizem os homens ser o Filho do homem? E eles disseram: uns João Batista, outros Elias, e outros Jeremias ou um dos profetas. E DISSE-LHES JESUS: E VÓS, QUEM DIZEIS QUE EU SOU?” (Mateus 16: 14-15)

Jesus fez esta pergunta aos Seus discípulos. Responda sobre Jesus e você estará respondendo sobre Deus. Questione-se sobre Quem é Jesus e o que significa Sua presença em sua vida e você compreenderá Deus em seu viver. Você encontrará respostas para muitas de suas perguntas.

Você fala de fruto e frutos. Fala de Adão e Eva e de si mesmo. Fala de estar aqui agora e estar no Éden. Honestamente eu não queria estar no lugar de Adão e Eva. Assim como não gosto de estar ainda neste mundo.

Por que será que Deus estabeleceu como resultado a perda da imortalidade para o primeiro casal? Penso que não seria nada fácil para eles o conviver eternamente com o mal que provocaram com suas decisões. Seria esta uma das razões? Se sim, ponto para Deus por Sua misericórdia.

Não se preocupem ninguém nesta terra está pagando pelos erros de Adão e Eva, muito menos pelos erros de seus pais, ou de quem quer que seja que tenha morrido. Esta é uma das grandes razões pela qual a essência da mensagem espírita não encontra sustentação na Bíblia. Ninguém neste mundo é invólucro, embalagem para outro que tenha morrido. Isto é um dos muitos engôdos do inimigo de Deus. Lembram do que ele disse no Éden?

“Mas a serpente, mais sagaz que todos os animais selváticos que o SENHOR Deus tinha feito, disse à mulher: É assim que Deus disse: Não comereis de toda árvore do jardim? Respondeu-lhe a mulher: Do fruto das árvores do jardim podemos comer, mas do fruto da árvore que está no meio do jardim, disse Deus: Dele não comereis, nem tocareis nele, para que não morrais. Então, a serpente disse à mulher: É certo que não morrereis.” (Gênesis 3:1-4)

Há também Gênesis 2:9 e 17 que diz: “Do solo fez o SENHOR Deus brotar toda sorte de árvores agradáveis à vista e boas para alimento; e também a árvore da vida no meio do jardim e a árvore do conhecimento do bem e do mal. (...) mas da árvore do conhecimento do bem e do mal não comerás; porque, no dia em que dela comeres, certamente morrerás.”

Este verso é extraordinário, pois evoca Deus marcando Sua Soberania. A árvore da vida (que não foi proibida) é a árvore que nutria Adão e Eva. Deus os alimentava com Sua própria vida. Seu próprio fôlego. Esta árvore ligava a criatura ao Criador. Daí porque o homem possuía a imortalidade. Esta estava condicionada a presença do Senhor neles mesmos. Mas, havia uma outra árvore, a árvore do conhecimento. Esta fixava na relação Criador/criatura suas diferenças fundamentais. Note que uma unia, outra demarcava as fronteiras. Uma vez rompida esta relação que nutria espiritualmente a criatura, perder-se-ia a imortalidade. E isto se fez com a decisão de Adão e Eva. E isto se faz conosco também. Não somos pecadores porque pecamos, pecamos porque somos pecadores.

O conselho dado pelo Criador foi de que a criatura não deveria tocar na fronteira (fruto), pois esta era a diferença entre eles. Pois, a vida que recebia se dava porque Deus fazia provisões. Isto me permite pensar que qualquer que seja o "fruto" hoje, vai dar a mesma resposta requerida a Adão e Eva: Quem é o Senhor de nossas vidas?

A questão não é uma "mulher pelada, uma árvore, a internet, o chefe chato, o orkut, o facebook, o twitter, a TV, as doenças, as contas para pagar, a violência...etc"

A questão é o meu e o seu coração. A quem ele pertence? Se de fato o coração de Adão e Eva não estivesse dividido naquele momento eles não teriam caído. Se o meu coração não estiver dividido... Dê você mesmo, Liu e queridos leitores, a continuação dessa resposta. (risos)

Deus, em Sua Onisciência sabia que o pecado aconteceria, por isso Jesus já estava pronto como Cordeiro, desde a fundação do mundo. Mas, atenção, não há espaços para a predestinação aqui! Deus sabe, mas cabe a mim o decidir. Compreender isto faz grande diferença. A Bíblia nos ensina que Deus perdoa o tempo de ignorância, mas será sempre rigoroso com relação a negligência. Por isso, é perigoso para nós, cristãos, sermos negligentes em nosso relacionamento com Deus. Afinal, é este relacionamento que estabelecerá o conhecimento e compreensão de Sua vontade em nossas vidas. (Atos 3:17-19; Atos 17:30)

A Bíblia ensina que não seremos condenados pelos nossos pecados cometidos no tempo de ignorância, o que diremos então da possibilidade de sermos culpados pelos pecados dos outros? Deus não levará em conta o tempo de ignorância. Isto é fato. Assim como fato é que precisamos nos achegar a Ele com o coração arrependido e lhe pedir perdão até mesmo por este tempo. Ponto para Deus por Sua misericórdia e tolerância. Mas, atenção!!!!! Não esqueça! Deus perdoa o tempo de ignorância, mas será sempre rigoroso com relação a negligência. Por isso, é perigoso para nós, cristãos, sermos negligentes em nosso relacionamento com Deus. Ponto para Deus por Sua justiça.

Vontade de Deus... Aqui está um ponto tão fortemente negligenciado desde Adão até cada um de nós.

Sobre os frutos os nossos não são superiores, nem inferiores em relação aos deles. Creia-me. Deus é justo. Não nos permitiria algo além de nossas forças. Além do mais, Adão e Eva não tinham o conhecimento que temos hoje sobre o Bem e o Mal. Eles só conheciam o bem, no passear de Deus pelo jardim acredito que conversavam sobre a existência de Lúcifer, tanto é que Deus os advertiu a não tocarem naquele fruto.

Nós? Nós conhecemos já o bem e o mal. Estamos mais bem preparados do que Adão e Eva para enfrentar “os muitos frutos”, mas que para mim é um só, e o mesmo de Adão e Eva: reconhecer a soberania de Deus.

Deus os advertiu como tem feito conosco todos os dias, através de Sua Palavra, quanto ao fato de experimentarmos “o fruto proibido”. Assim como não privou Adão e Eva de experimentá-lo não nos privará também. Assim como os deixou moralmente livres para escolher, nos deixou também. Adão e Eva o pegaram e o comeram. Em conseqüência, experimentaram a desobediência, passaram a conhecer o bem e o mal, provaram do sentimento de culpa e o mais triste, a morte. Por isso, creio que a perda da imortalidade foi um ato de misericórdia de Deus. Quão triste seria para Adão e Eva viverem por toda eternidade testemunhando as consequências de sua rebelião!

Nossos primeiros pais caíram não porque ouviram os argumentos do inimigo de Deus, mas porque deram crédito às suas acusações. Deus os advertiu quanto ao fato de desobedecerem, mas não os privou de experimentar a desobediência. A rebelião não estava na árvore, mas na desobediência. A árvore era só um teste.

Estamos nesta situação não somente por causa de Adão e Eva. Nossas próprias decisões também fazem parte desse processo espiritual tão complexo. Satanás aprisionou a raça humana em sua rebelião e nos reclamou como seus. Deus disse que morreriam e Ele não podia violar Sua justiça, como resultado não poderia ser negligente Consigo mesmo. Por isso Jesus Cristo.

Penso em Enoque... Deus o levou. Penso em Elias... Deus o levou. Penso em Moisés... Deus o levou. Penso em Adão, Eva, Abraão, Jacó, Pedro, Paulo, Lucas, Maria, João... nós. Estamos aguardando o cumprimento de Suas promessas e então seremos levados também. A cruz de Cristo não foi apenas por Adão e Eva, foi por você e por mim também. Deus não foi pego de surpresa nem pelo Diabo, nem por Adão. Pensem nisto... a resposta que vocês encontrarão, responderá a pergunta: e eu tenho culpa do vacilo de Adão e Eva?

O pecado hoje existente no mundo é resultado do pecado de Adão e Eva,  mas são também dos meus e seus. Por isso aquela cruz. Jesus não pagou apenas por Adão e Eva. Pagou por toda a humanidade. Adão e Eva não são responsáveis por meus erros. Eu sou responsável por meus erros, tenho o meu livre arbítrio assim como eles. Quando vacilo, sou eu quem vacila, não Adão e Eva em mim.

Nós ainda seríamos reféns do inimigo de Deus se o Criador não houvesse intervindo através de Jesus. Ele deu Sua própria vida para nos resgatar. Um amor escrito com sangue. É só uma questão de tempo e Satanás terá seu fim. Deus não mente, Ele disse, Ele cumprirá.

Outra coisa, a própria Bíblia fala que nossa mente limitada não pode entender tudo sobre Deus e Seus modos de agir. Quem disse que a lógica humana é o recurso a ser utilizado para compreender as coisas de Deus? Ele está além de nossa finita compreensão. Saberíamos resolver o problema do mal melhor do que Deus? Aqui cabe o andar pela fé. Confiar em Seu caráter de justiça e amor (Romanos 11:33-34; I Coríntios 2:14)

Isto quer dizer que não é pelo fato de não poder compreender Deus plenamente e mesmo assim aceitá-Lo como Deus que O estou seguindo irracionalmente. O Deus que Se "omitiu", foi "cruel" e "injusto", como dizem os que não O reconhecem, não Se limita ao que penso dEle. O conhecimento do verdadeiro caráter de Deus como um Deus de amor se revela claramente em Cristo, na consecução do plano da salvação da raça humana.

"Havendo Deus antigamente falado muitas vezes, e de muitas maneiras, aos pais, pelos profetas, nestes últimos dias a nós nos falou pelo Filho, a quem constituiu herdeiro de todas as coisas, e por quem fez também o mundo; sendo ele o resplendor da sua glória e a expressa imagem do seu Ser, e sustentando todas as coisas pela palavra do seu poder, havendo ele mesmo feito a purificação dos pecados, assentou-se à direita da Majestade nas alturas," (Hebreus 1:1-3)

"Ninguém jamais viu a Deus. O Deus unigênito, que está no seio do Pai, esse o deu a conhecer." (João 1:18)

Temos questões sobre Deus? Estudemos a vida do Deus entre nós, Jesus Cristo. Se não entendemos tantas coisas sobre Deus, Suas leis e Seu modo de agir, como pretendemos entender tudo sobre a Sua natureza divina? Só o Espírito de Deus sabe as coisas íntimas de Deus.

"Pois, qual dos homens entende as coisas do homem, senão o espírito do homem que nele está? assim também as coisas de Deus, ninguém as compreendeu, senão o Espírito de Deus." (I Coríntios 2:11)

Busquemos, pois a presença de Deus em nossas vidas. É por isso, que como cristã não estou preocupada em levar as pessoas para uma religião, mas para Deus. Não é de religião que o mundo tem sede, embora não reconheça que tenha sede, mas de Deus e do que significa estar com Ele e NEle. Como cristãos não precisamos posar de advogados de Deus, basta sermos Suas testemunhas.

Honestamente, essa questão do vacilo de Adão e Eva se explica pelo exercício do livre arbítrio. Os nossos vacilos também se explicam neste processo. Todo o vacilo da humanidade se explica nisto: Quem é realmente Deus para nós. Salvador apenas ou Salvador e Senhor? Nossa felicidade e angústias nesta vida é o resultado da resposta que damos a esta pergunta. A quebra dos princípios que regem os mandamentos (a vontade de Deus) passa inevitavelmente por essa questão.

Fazemos escolhas e muito do que ocorre no mundo é fruto das ações do homem. Talvez o pregador pensasse nisto quando, ainda comparando a loucura e a sabedoria disse: “Deus fez o homem reto, mas ele se meteu em muitas astúcias.” (Eclesiastes 7:29)

O processo do aprendizado da vontade de Deus, da compreensão dos Seus atos é doloroso, porque implica na compreensão do nosso livre arbítrio e no entendimento de Sua Soberania. Até que sejamos humildes para compreendermos o “equilíbrio” de tudo isto há muitas quedas, muito perdão a ser liberado, muita transformação a ser operada. Reflitamos sobre isto... penso que encontraremos respostas.

Finalizo com as palavras do grande físico, matemático e astrônomo inglês Isaac Newton: "Este universo existe, e por esse único fato impossível, constitui-se em milagre. Confirma um poder infinito, bem maior do que qualquer parte; uma unidade sustendo tudo, incluindo todos os outros mundos num só! É um mistério, o único indiscutível que conhecemos, implicando nele todos os atributos de Deus." (citado em Mundos Maravilhosos de Philip L. Knox, pág. 47)


Para sua reflexão:









Ruth Alencar

Comentários

  1. Sejam bem vindos!



    Melhor visualização do blog no Google Chrome e Firefox!



    Em alguns navegadores poderá ocorrer a não visualização de comentários postados ou poderá ocorrer a visualização de comentários sobrepostos aos posts recomendados: "Poderá também gostar de:".


    Boa leitura a todos!

    ResponderExcluir
  2. "A árvore da vida (que não foi proibida) é a árvore que nutria Adão e Eva. Deus os alimentava com Sua própria vida. Seu próprio fôlego. Esta árvore ligava a criatura ao Criador. Daí porque o homem possuía a imortalidade. Esta estava condicionada a presença do Senhor neles mesmos. Mas, havia uma outra árvore, a árvore do conhecimento. Esta fixava na relação Criador/criatura suas diferenças fundamentais. Note que uma unia, outra demarcava as fronteiras."

    Aqui parece ser o ponto alto de toda a mensagem, ao menos para mim.

    O que Deus proibiu não foi o conhecimento. Muitos utilizam o assunto do conhecimento do bem e do mal para caçoar sobre os crentes...que para ser crente deve ser ignorante.

    Que a fé cega as pessoas e a que as pessoas só fazem o que o pastor "manda".

    "Sua religião não permite?" "Minha religião não permite!"

    Religião não tem poder sobre mim para permitir ou proibir nada!

    Se o faço e se não faço é por amor Aquele que me ensinou o certo!

    Eis aí a diferença que talvez propositalmente deixam escapar: O conhecimento do bem E DO MAL".

    Se hoje conhecemos o mal, podemos lutar contra ele. Não com nossas forças, mas com auxílio de Deus pois, Ele é MISERICORDIOSO.


    "Note que uma unia, outra demarcava as fronteiras."

    Não era intenção de Deus demarcar fronteiras entre nós e Ele. Isso aconteceu e acontece conosco na atualidade porque também fazemos escolhas.

    ResponderExcluir
  3. Obrigado por tomar tempo em tentar responder as minhas indagações Ruth.

    Ficou algumas coisas em duvida na minha cabeça, tipo assim, se Deus já sabía que o homem iria pecar e Jesus já tinha sido escolhido pra morrer por nós por que Ele não impediu isso sabendo que outras pessoas seriam prejudicadas? e a questão da desvantagem que temos é fato, Adão e Eva tinha a visita diaria de Deus, viviam em um lugar onde não conheciam o mal, enfim....Ruth vc é uma serva de Deus, obrigado por tirar tempo pra escrever sobre o tema.

    A questão da fé que resume tudo, por q respostas na verdade jamais encontraremos.

    Liu

    ResponderExcluir
  4. Elias (Liu)

    Não pense que não tenho lutas tão grandes como as suas... estamos no mesmo barco neste mar tão agitado que é o mundo em que vivemos.

    Na minha infância ouvi muito uma canção dos Arautos do Rei que dizia: "Aqui chegamos pela fé, confiando em Deus."

    É por aí... muita coisa é pela fé mesmo.

    Vou escrever um texto comentando suas observações.

    Fico feliz que tenha vindo até aqui... esperamos que se una a nós em oração uns pelos outros.

    um grande abraço

    ResponderExcluir
  5. os louvores são maravilhosos..

    Ruth, como sempre, me fazes pensar.. obrigado!


    PS: como de praxe, não consegui ler até o final (textos curtos lembra? hehe).. mas captei a essência..

    ResponderExcluir
  6. hehehehehehehe...

    grande Mateus... que bom ver você por aqui.

    Poís é, não é? Um dia a gente aprende...

    Talvez a "caminhar" menos quem sabe ou a ser menos apressado, talvez.

    um forte abraço meu irmão de fé.

    ResponderExcluir
  7. Ontem falei ao meu filho que ele está parecendo o Mateus...hehehe

    Enviei-lhe o link de um texto e ele me disse "Vi os vídeos, o texto é muito grande!"

    "Ainda vamos aprender a fazer textos de 3 linhas!" Disse a ele e ri muito de ter me lembrado do "T'us".

    "Talvez a "caminhar" menos quem sabe ou a ser menos apressado, talvez."

    T'us... Sabe que vc é um amigo e irmão do coração e estamos felizes de ter você aqui "Devagar e sempre"!

    ResponderExcluir
  8. Pois é.. tenho feito as leituras como o Jack Estripador, a saber, por partes.. hehe

    A questão é que a Ruth vai fundo no texto e muitos conceitos profundos são tocados em cada texto (eu acho maravilhoso isso!).. seria até uma ignomínia de minha parte ler um texto desses numa correria só.. ainda mais que eu provavelmente perderia muito da profundidade com que ela aborda os temas..

    E o mais legal dos textos é que não são aqueles postulados teológicos frios e calculistas que visam detonar os pecadores.. a Ruth possui muita sensibilidade ao escrever e o faz com amor pelas pessoas que irão ter acesso ao texto.. e mesmo, com essa sensibilidade ela não deixa de tocar no foco do problema..

    dói mas é justo que doa se for com amor..

    abraço gurias! o blog de vocês está muito legal!

    ResponderExcluir
  9. É como já disse certa vez... o amor tem aroma de espinhos... literalmente.

    Que o Senhor nos ajude não somente a compreender isto, mas a aceitá-lo.

    abraço Mateus

    ResponderExcluir
  10. DEUS O CRIADOR DE INTELIGENCIA SUPREMA. Nao se pode afirmar que estamos pagando por pecado oriundos de ADAO E EVA. Na verdade cada um de nos que habitamos o planeta terra ja temos atenuantes de falhas e pecados adquiridos em outas épocas , pois estamos em evoluçao permanente. podemos raciocinar de que nao estamos sozinho neste universo criado por DEUS. O planeta terra nada mais é do que um habitat de almas ou espiritos que somos nos , com imperfeiçoes , que sao observada em cada um de nos , pois cada qual tem um desvio de conduta , seja de grau simples ou monstruoso. ( atiar fogo e matar pessoas como conhecemos o caso da dentista atualmente)Portanto todos os seres humanos que muitos sao desumanos vivem no planeta porque este foi escolhido por DEUS para pagar seus pecados praticados em outros tempo.( Pois somos eternos , e na casa do Pai tem muitas moradas) O que devemos analisar é DEUS JUSTO E BONDOSO , nunca iria nos colocar a pagar algo que nao fizemos. ( Imaginem um pai com dez filhos. Um deles no caso o mais velho cometeu algo indevido. Entao o pai reuniria todos os filhos e os penalizassem sem rancor. ( Voce faz ou faria isso com um dos seus filhos de apenas 6 meses de idade? certamente que nao. Voce seia preso e julgado. Entao Por que existem pessoas que ficam pregando que Deus faz isso de mal conosco ate hoje? SAO PESSOAS QUE .... nao deveriam está habitando nem mesmo este planeta. Teria que está em outra esfera galaxial. Concorda ? Se houver alguma explicaçao inteligente contra o meu texto , será muito bem vindo para todos nos. Pois voce acaba de inovar o sentido da vida.refletir nao custa caro. Amo a DEUS SOBRE TODAS AS COISAS , ele nao faria nada disso que dizem que ele faz. Abraço a todos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Anônimo, seja bem vindo a este espaço de reflexão. Vc pergunta se eu concordo com sua opinião.

      Não gostaria que meu comentário fosse lido por vc como algo elaborado contra o seu comentário. Podemos abrir um bom diálogo se vc se interessar. O que acha?

      Temos no blog alguns estudos e reflexões sobre algumas questões que vc apresentou em seu comentário. Convido vc a dar uma navegada em nossa página do Índice e ver o item 10:

      http://www.nossasletrasealgomais.com/p/indice-geral.html

      10 - O Homem e a Imortalidade

      Se vc se interessar dá uma olhada ai vc terá uma noção de como compreendemos a questão que vc aborda.

      Um grande abraço.

      Excluir
  11. Sabe que tenho que concordar com essa opniao do caro anonimo acima:
    Como poderia Deus " o dono de tudo que existe no universo falhar com uma injustiça dessas? Sacrificar todos os seres vivos do planeta por desobidiencia de ADAO e EVA. Isso nao faz sentido. E se somente a EVA tivesse cometido o suposto pecado , O QUE SERIA DAS MULHERES E ANIMAIS FEMEAS? Pensa se esse raciocinio está correto. Alguem tem certeza se o que está escrito na Biblia foi modificado? Mesmo q nao foi , está correto que DEUS nos faz nascer pecadores por uma bobagem dessas. AH isso é coisa de criança, querem enganar quem? Nao se faz isso. TEM PESSOAS QUE ACREDITAM em coisas sem pe e sem cabeça. Irmaos nao falem , nao acreditem em coisas que voce nao tem certeza.abraço.



    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Anônimo 2, seja bem-vindo.

      Peço que releia nosso texto. Não estamos aqui para enganar ninguém.

      Quanto à sua observação foi isto que afirmamos em nosso texto:

      "Não se preocupem ninguém nesta terra está pagando pelos erros de Adão e Eva, muito menos pelos erros de seus pais, ou de quem quer que seja que tenha morrido."

      Com relação ao que o Anônimo 1 falou, pela mesma posição, afirmamos que "uma das grandes razões pela qual a essência da mensagem espírita não encontra sustentação na Bíblia" é exatamente esta. "Ninguém neste mundo é invólucro, embalagem para outro que tenha morrido."

      Minha certeza vem da boca dAquele que esteve neste mundo com a missão de falar a verdade para os homens: Jesus Cristo. O Novo Testamento está repleto de mensagens dEle nos ensinando essa verdade.

      vc tem razão, duvide de tudo o que eu disse. Pegue a sua Bíblia e estude, sendo humilde e sincero com certeza vc encontrará as respostas que procura.

      Um grande abraço e confirmo o mesmo convite que fiz ao Anônimo 1. Navegue pelo blog:

      http://www.nossasletrasealgomais.com/p/indice-geral.html


      Excluir
  12. ANONIMO I
    CARA RUTH ALENCAR: Desde ja, passo a ser mais um de seus admiradores, seguirei sua sugestao.
    Quanto a troca de informaçoes sera de bom crescimento para todos nos. Sendo possivel faremos contatos afim de enriquecer nossa fé. abraço fraternal e fiquem com DEUS.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Maravilha! Crescer é muito bom! Estamos a sua disposição. Um grande abraço

      Excluir

Postar um comentário

Estamos felizes com sua participação. Volte sempre. Responderemos seu comentário logo que possível.

Postagens mais visitadas deste blog

3º Dia: Por que as coisas pioram quando mais buscamos a Deus?

O Rio Jordão: As Águas de Naamã

Revelação e Explicação do Sonho de Nabucodonosor - Capítulo 2