O Caminho, a Prosperidade e a Cruz


Não podemos evitar o sofrimento, mas ele pode ajudar no desenvolvimento do nosso caráter.



A Bíblia diz em Tiago 1:2-3 “Meus irmãos, tende por motivo de grande gozo o passardes por várias provações, sabendo que a aprovação da vossa fé produz a perseverança.”

Ora, pode parecer insano alguém se regozijar em meio ao sofrimento e esta idéia tem sido motivo de críticas aos cristãos que passam por muitas dificuldades na vida.

Que tipo de alegria pode ter alguém em meio ao sofrimento?

Que tipo de alegria podemos ter quando somos perseguidos e provados?

Não é injusta a prosperidade do ímpio?





O pastor John Piper sintetizou bem sobre o papel das tribulações que enfrentamos e porque devemos nos regozijar apesar delas.

Enquanto nós nos preocupamos em buscar a ‘prosperidade’ momentânea, nossa visão perderá seu foco. Por outro lado, se tão somente atentarmos para os pequenos e constantes "detalhes" em nossas vidas, podemos ver que há mais milagres e razões para nos alegramos do que dor. Basta perceber que a vida em si é uma dádiva.

Aprendi que a felicidade não é algo gigantesco que se alcança de uma vez só. Aprendi que a felicidade está presente nos "pequenos" momentos felizes que às vezes nos passam despercebidos. Assim penso em Deus.

Ele é O Pai que cuida de mim, de minha família, de meus amigos. Digo isso não como uma pessoa que não tem provações, dificuldades, tentações, dores... eu as tenho e são muitas... As vezes penso que até pesa mais para mim, que para os outros... Mas, cada um conhece sua própria dor.

Digo isso por ter aprendido a perceber a presença de Deus nos momentos difíceis, sempre me auxiliando, me dando forças e por fim, vencendo comigo os obstáculos.

“Bem-aventurado o homem que não anda segundo o conselho dos ímpios, nem se detém no caminho dos pecadores, nem se assenta na roda dos escarnecedores.” (Salmos 1:1)

Muitos amigos têm estado angustiados por tantas provações. Penso neles e peço a Deus para aliviar o fardo que estão sobre eles e, principalmente, que não percam a fé.

Conheço a indignação de muitos que sofrem por diferentes motivos e situações. Meu filho, Victor, passou por uma grande decepção nos últimos dias. Quando um filho sofre, sofremos juntos... talvez até mais. Queremos sofrer em seu lugar, tomar suas dores.

Ele estudou muito esse ano. Pela manhã frequentou um cursinho preparatório para o Cefet e Coltec de Minas Gerais. Chegava apressado, almoçava e só dava tempo de vestir seu uniforme para ir para a escola. Foi assim o ano todo. Sempre estudando, levava seu livro ou apostila em todos os lugares para “não perder tempo” como dizia ele.

Em Novembro e Dezembro ele fez as provas do Coltec e Cefet respectivamente. Não obteve boa pontuação na primeira prova, então sugeri que faríamos um “Super-Intensivo by mammy” (risos). Restavam-lhe 20 dias para estudar para a próxima prova, a do Cefet. Então comecei a selecionar várias provas anteriores dos concursos do Cefet e a cada dia “montava” uma prova para ele fazer. Assim ele exercitava e nas questões que tivesse dúvidas, poderia estudar mais sobre elas em casa e com meu auxílio.

Essa iniciativa me tomou muito tempo e a ele também. Eu estava trabalhando as madrugadas e quando chegava em casa pela manhã, preparava uma prova para ele fazer antes de eu ir dormir. O resultado de nosso esforço foi muito gratificante!

Ele conseguiu melhorar muito a pontuação dos simulados e ainda teve tempo para sanar dúvidas. Foi confiante fazer a prova no dia 12/12/2010. Antes de sair, oramos e pedimos a Deus que desse tranquilidade e que tudo o que ele estudou fosse lembrado na hora da prova. O Victor chegou em casa muito tranquilo, disse que a prova estava bem fácil e que questões como as que tinha dúvidas foram resolvidas, pois havia revisado e aprendido durante o período de estudos e exercícios intensivos.

Naquela mesma noite foi divulgado o gabarito oficial e conferimos juntos os acertos e pontos que fez. A média mínima nas seleções dos anos anteriores para passar no curso que havia escolhido havia sida alcançada! E melhor, ele conseguiu 4 pontos além do necessário, conforme a média dos anos anteriores! Como ficamos felizes!

Restava agora esperar pelo resultado oficial que sairia no dia 18/12. Em menos de uma semana o que era felicidade e esperança se tornou dor, indignação, tristeza, inconformismo e até mesmo revolta. Ele ficou em 4º excedente! Não conseguiu a classificação dentro das vagas!

Apesar de todos os familiares, professores, amigos, dizer a ele que ele foi vitorioso, pois com aquela pontuação ele teria passado em todos os outros cursos, não se contentou. Pois o curso que escolheu foi muito concorrido e não conseguiu.

Em sua decepção disse coisas que fiquei muito triste:

“Deus está me punindo, pois faltei alguns dias da igreja!”

“Que injustiça! Meninos da minha sala que fazem bagunça e não estudaram tanto passaram e eu que estudei muito, ficava quieto na sala, ganhei medalha de honra de “aluno destaque” por 3 vezes esse ano, não consegui!”

E em meio a lágrimas foi desabafando sua dor...

Foi então que eu lhe disse que ele podia chorar. Tinha todo o direito de ter raiva, mas não de ser agressivo contra Deus. Não deveria dizer besteiras! Primeiro de tudo porque Deus não pune ninguém por faltar a Igreja. Segundo, o sofrimento e a dor causados pela frustração de um sonho pessoal pode parecer a principio ausência da bondade de Deus, mas o tempo é um grande mestre e ele irá revelar as possíveis bênçãos deste aparente silêncio divino.

Terceiro, ele escolhera o curso que mais lhe agradava e isso estava certo! Mas, ele sabia que o que lhe agradava exigia um caminho difícil. Portanto, o não conseguir também fazia parte do processo competitivo e tão seletivo. Quem poderia prever que a média aumentaria tanto esse ano!

Já pensaram que em nossa vida é assim? Há vários caminhos que podemos escolher. Referindo-se ao caminhar espiritual a Bíblia diz que “estreito é o caminho que leva à salvação”

Não é porque um caminho pareça mais fácil que eu devo percorrê-lo... Se meu objetivo é andar com Cristo, devo pegar minha cruz e caminhar com Ele!





“Tenho-vos dito isto, para que em mim tenhais paz; no mundo tereis aflições, mas tende bom ânimo, eu venci o mundo.” (João 16:33)

Cristo não nos prometeu completa felicidade aqui nesse mundo, pois aqui somos “estrangeiros”, mas prometeu: “... e eis que EU estou convosco todos os dias, até a consumação dos séculos. Amém.” (Mateus 28:20)

Você quer encontrar justiça absoluta em um mundo injusto?

Quer encontrar paz completa em um mundo de guerras?

Quer encontrar luz em um mundo cercado por trevas?

Então...

Seja a justiça e o diferencial para o mundo!

Seja a Paz e a harmonia para os que pode alcançar!

Seja a Luz para brilhar ao seu redor!

Jesus veio a este mundo de maneira humilde, veio como servo, não como rei. Ser Cristão é seguir os passos do Mestre e servir como Ele serviu, andar como Ele andou, amar como Ele amou, caminhar com Ele rumo ao calvário, pois se desejamos ser vitoriosos assim como Ele é, venceremos como Ele venceu.

Certa vez ouvi esta frase em um sermão:

“Se alguém encontrar algum cristão que tenha sua vida completamente feliz, sem provações e dificuldades, podemos saber que este precisa de ajuda, pois há algo errado com ele”.

Aqui nunca teremos felicidade total e plena, mas creio na promessa e aguardo ansiosa:

“Não se turbe o vosso coração; credes em Deus, crede também em mim.

Na casa de meu Pai há muitas moradas; se não fosse assim, eu vo-lo teria dito. Vou preparar-vos lugar.

E quando eu for, e vos preparar lugar, virei outra vez, e vos levarei para mim mesmo, para que onde eu estiver estejais vós também.

Mesmo vós sabeis para onde vou, e conheceis o caminho.” (João 14: 1-4)

Se uma mãe sofre com a dor de seu filho, imaginem Nosso Pai! Não tenho dúvidas que a nossa tristeza não passam despercebidas nas emoções de Deus. Ele não é Deus de uma multidão, mas o Deus de cada um na multidão.

Satanás está vencido! E o que mais ele pode fazer quanto a isso? Nada! Mas, ele tem outro objetivo agora. Destruir e levar com ele a maior quantidade de pessoas que puder. E ele se esforça para isso, ele luta para isso. Já que não pode vencer a Jesus, pois já está vencido, então fará sofrer ainda mais nosso PAI... através do sofrimento dos Seus filhos.

“Não temas, porque Eu sou contigo; não te assombres, porque EU SOU teu Deus; Eu te fortaleço, e te ajudo, e te sustento com a destra da minha justiça.

Eis que, envergonhados e confundidos serão todos os que se indignaram contra ti; tornar-se-ão em nada, e os que contenderem contigo, perecerão.

Buscá-los-ás, porém não os acharás; os que pelejarem contigo, tornar-se-ão em nada, e como coisa que não é nada, os que guerrearem contigo.

Porque eu, o SENHOR teu Deus, te tomo pela tua mão direita; e te digo: Não temas, Eu te ajudo.” (Isaías 41: 10-13)

Querido amigo e leitor, que Jesus seja o foco a alcançar, não será sempre fácil... mas quando tudo parecer difícil, cale-se diante DEle e diga: Toma a direção da minha vida! E descanse...

“Entrega o teu caminho ao SENHOR; confia NEle, e Ele o fará.” (Salmos 37:5)



Brígida Oliveira

Comentários

  1. Sejam bem vindos!



    Melhor visualização do blog no Google Chrome e Firefox!



    Em alguns navegadores poderá ocorrer a não visualização de comentários postados ou poderá ocorrer a visualização de comentários sobrepostos aos posts recomendados: "Poderá também gostar de:".


    Boa leitura a todos!

    ResponderExcluir
  2. "Digo-lhes que certamente vocês chorarão e se lamentarão, mas o mundo se alegrará. Vocês se entristecerão, mas a tristeza de vocês se transformará em alegria."

    (João 16:20)

    ResponderExcluir
  3. Esse vestibular do Cefet ainda me artomenta, e sempre quando deixo isso para um lado, ele volta com mais força, fazendo eu cometer atos de que não me orgulho.
    Agora só resta esperar, talvez o curso de mecatrônica não seja o melhor para mim, ou devo tentar outro caminho.
    O pior é que sempre aparece alguém que me faz sentir pior, mesmo nem conhecendo-a, como se fosse obra do "inimigo", piorando a minha artomentadora ansiedade.
    Peço que orem por mim para que eu tenha mais fé e que deixe esse caso nas mãos de Deus. Tenham um bom ano de 2011.

    ResponderExcluir
  4. Victor

    você não tem o direito de desistir só porque não deu certo. Será que realmente o Curso de mecatrônica não é o melhor para você?

    Se é um sonho seu, penso que você deveria insistir mais um pouco.

    Eu creio que você seja capaz de conseguir, por isso vou orar sim por você.

    No entanto, devo alerta-lo de que Deus não descerá do Seu trono para fazer por você o que você deverá fazer. Então, estude e peça a Deus sabedoria.

    Se você não tem fé... converse com Deus sobre isto. Abra seu coração para Ele.

    Você tem razão quanto ao deixar nas mãos de Deus, só não vale cruzar os braços. Arregasse as mangas e com esforço e esperança vá a luta de novo. Faça a sua parte, estude.

    um abraço bem especial

    ResponderExcluir
  5. Citando as palavras do Pr. Stima:

    Deus nos dá a receita para a ansiedade.
    Esse é um sentimento, ou comportamento, ou ... chame do que quiser... que afeta muitas pessoas em nossos dias.
    Na Palavra, Deus deixou orientações para nos ajudar a enfrentar esse “fantasma”, que às vezes é real...

    Veja o que diz Filipenses 4:6-7. “Não andeis ansiosos de coisa alguma...em tudo, porém, sejam conhecidas, diante de Deus, as vossas petições pela oração e pela súplica, com ações de graças. E a paz de Deus, que excede todo o entendimento, guardará o vosso coração e a vossa mente em Cristo Jesus”.

    *******************

    Agora digo para que guarde estas palavras, meu filho...

    Como bem disse a Ruth "Você tem razão quanto ao deixar nas mãos de Deus, só não vale cruzar os braços. Arregasse as mangas e com esforço e esperança vá a luta de novo. Faça a sua parte, estude."

    Você é muito jovem, tente esse ano navamente!
    Não desista do seu sonho!
    Estude desde já, pois Deus o ajudará e a resposta a suas aflições virá talvez não no momento em que espera, mas no momento certo.

    Mamãe te ama muito e sofre com sua tristeza, então vamos lutar juntos. Deus estará conosco assim como prometeu!

    Creia nisso e continue fazendo sua parte!

    ResponderExcluir
  6. Aqui é o Víctor, Filho da Brígida desse Blog, eu passei como 4° excedente no curso de Mecatrônica no Cefet. Deus tem tempo para tudo, se você ou alguém que conheça passou por uma experiência semelhante ao meu caso, ajude-a com o meu testemunho. Eu agradeço muito a deus por essa grande vitória.

    Obs. Esse "Yoshi" é a minha conta do Google.

    ResponderExcluir
  7. "Deus tem tempo para tudo"

    Inclusive para o aprendizado... Para nosso entendimento das coisas.

    Sabemos o que passou, filho!

    Não há mérito em nós... Mas Deus é fiel!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Estamos felizes com sua participação. Volte sempre. Responderemos seu comentário logo que possível.

Postagens mais visitadas deste blog

3º Dia: Por que as coisas pioram quando mais buscamos a Deus?

5º Dia: Unges a minha cabeça com óleo e o meu cálice transborda

O Rio Jordão: As Águas de Naamã