Você é a Coisa Mais Linda de Deus

Texto – áudio



Neste Sermão o Pastor Laércio fala sobre solidão e suas diferenças nos homens e mulheres. Eu amei estas palavras... Este homem tem o dom divino de nos dizer palavras que batem, mas também acariciam.
Gostaria de compartilhá-las com vocês... são menos de 30 minutos, mas são minutos que trazem a eternidade até nós.
“Não era plano de Jesus que a mulher samaritana fosse punida com a solidão. Não era plano de Jesus que ela ficasse sem Ele porque uma pessoa, por mais errada que esteja jamais será privada da pessoa Dele. Porque Jesus não foge dos pecadores como nós fazemos. [...] A igreja não tem autorização de Deus para privar qualquer pessoa do amor da igreja. [...] Não se tortura alguém assim. 
Eu não posso, eu não posso acreditar no poder da ignorância. Não posso acreditar no poder da estupidez, do temperamento descontrolado de quem acha que está certo e em nome do estar certo acha que tem o direito de vomitar grosserias diante de quem está errado. Porque a questão de está certo e está errado é só uma questão de tempo. Hoje é você que está errado, amanhã serei eu. Por quê? Porque este é o endereço onde todos erram. [...]
Se não abrirmos nossos olhos e não nos interessarmos amorosamente pelo nosso próximo e comunicarmos para ele um abraço digno de confiança, um sorriso digno de crédito, um olhar honesto, jamais nos transformaremos em irmãos e irmãs. [...]
Eu creio que Deus quer nos ensinar a amarmos uns aos outros, porque a solidão por condenação por causa dos seus erros não é plano de Deus que aconteça.
Uma coisa preocupou Deus: que você tomasse consciência do valor que você tem ao olhar para a cruz. [...] Eu valho a morte de Deus. [...] Não deixe que as pessoas ou que os seus pecados diminuam em você a consciência do valor que você tem. [...]”
                           

      clique no link abaixo para ouvir as palavras:


Comentários

  1. Oi, Ruth! Gostei muito da palavra do Pr. Laércio. Eu que, quando estou aborrecida, caio em ostracismo, levei um bom puxão de orelha. Foi bom pensar sobre isso...

    Tatiana Cavalcante

    ResponderExcluir
  2. É... para vc foi um puxão de orelha? Para mim foi um pancadão!

    Mas, depois ele dá um bálsamo também não é?

    um abraço

    ResponderExcluir
  3. http://www.respyn.uanl.mx/especiales/2006/ee-05-2006/carteles/genetica_clinica_1.htm

    Necessariamente, a quem deus está punindo?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, td bem Huno? Há quanto tempo?

      Desculpa mas somente agora vi seu comentário.

      Parece que vc deu um tiro no próprio pé Huno.

      O texto que vc me indicou responde por si só a sua pergunta. Vc tem certeza que leu direito este texto? Afinal, ele traz a conclusão dos pesquisadores sobre a origem do problema.

      Mania essa que têm os que não gostam de Deus de culpá-LO, de acusá-LO!

      Se vc queria responsabilizar Deus pela existência desse sofrimento humano, alerto-lhe de que cometeu um grande equivoco. Está na hora de vc, como ser humano, fazer o "j'acuse a moi même" (acuso a mim mesmo).

      Olha o que diz o texto que vc nos indicou:

      "DISCUSION. Entre los teratógenos más frecuentes para el ser humano es el consumo excesivo de alcohol. Las mujeres alcohólicas

      Crónicas3, como es la mamá del paciente de este estudio, tienen un riesgo importante de tener un niño con síndrome alcohólico fetal con alteraciones del desarrollo físico y mental y anomalías craneofaciales4.

      El consumo de alcohol durante el embarazo provoca defectos físicos al nacimiento. Aproximadamente cada año nacen 50,000 niños5 con cierto grado de daño cerebral causado por el alcohol materno, el cual puede atravesar la placenta y entrar al sistema circulatorio del feto6, provocando constricción de vasos sanguíneos e hipoxia fetal secundaria y malnutrición6.

      CONCLUSION. El alcohol es considerado uno de los teratógenos humanos más importantes."

      A culpa é de quem mesmo Huno? Quem está punindo quem?

      Deixo para sua reflexão (se é que vc vai ler)essas palavras de Norbet Hugede:

      “O mal é imenso. O sofrimento está em todos os lugares. A escutar o clamor existente ao nosso redor, sentimos a angústia universal da tristeza humana. (...)

      Protesto contra a indiferença. Protesto contra o desespero. Quero falar diretamente aos que não têm fé e lhes dizer que Deus não é a causa, não importa o que tenha sido dito, ao contrário, se tivéssemos dado um pouco mais de atenção a Ele ao invés de representarmos com nossas grandes demonstrações de religião, certamente não estaríamos nesta situação.

      É chegada a hora em que este Deus a quem tão prontamente responsabilizamos por todas as nossas infelicidades e desencorajamento, Se dirige aos homens, como fazia antigamente nas planícies da Judéia - aos homens de boa vontade. (...)

      O chamado é dirigido a cada um de nós. (...) Deus procura os que são Seus. Estes que, na luta decisiva, tomarão posição ao Seu lado."

      Não cuspa no prato que lhe alimenta Huno...

      Excluir

Postar um comentário

Estamos felizes com sua participação. Volte sempre. Responderemos seu comentário logo que possível.

Postagens mais visitadas deste blog

3º Dia: Por que as coisas pioram quando mais buscamos a Deus?

O Rio Jordão: As Águas de Naamã

Revelação e Explicação do Sonho de Nabucodonosor - Capítulo 2