As linhas que podemos escrever e reescrever


“O menino olhava a avó escrevendo uma carta. A certa altura, perguntou:

- Você está escrevendo uma história que aconteceu conosco? E por acaso, é uma história sobre mim?

A avó parou a carta, sorriu, e comentou com o neto:

- Estou escrevendo sobre você, é verdade. Entretanto, mais importante do que as palavras, é o lápis que estou usando. Gostaria que você fosse como ele, quando crescesse.

O menino olhou para o lápis, intrigado, e não viu nada de especial.

- Mas ele é igual a todos os lápis que vi em minha vida!

Tudo depende do modo como você olha as coisas.

Há cinco qualidades nele que, se você conseguir mantê-las, será sempre uma pessoa em paz com o mundo.

Primeira qualidade: você pode fazer grandes coisas, mas não deve esquecer nunca que existe uma Mão que guia seus passos. Esta mão nós chamamos de Deus, e Ele deve sempre conduzi-lo em direção à Sua vontade.

Segunda qualidade: de vez em quando eu preciso parar o que estou escrevendo, e usar o apontador. Isso faz com que o lápis sofra um pouco, mas no final, ele está mais afiado. Portanto, saiba suportar algumas dores, porque elas o farão ser uma pessoa melhor.

Terceira qualidade: o lápis sempre permite que usemos uma borracha para apagar aquilo que estava errado. Entenda que corrigir uma coisa que fizemos não é necessariamente algo mau, mas algo importante para nos manter no caminho da justiça.

Quarta qualidade: o que realmente importa no lápis não é a madeira ou sua forma exterior, mas o grafite que está dentro. Portanto, sempre cuide daquilo que acontece dentro de você.

Finalmente, a quinta qualidade do lápis: ele sempre deixa uma marca. Da mesma maneira, saiba que tudo que você fizer na vida, irá deixar traços, e procure ser consciente de cada ação". (Autoria Desconhecida)

Eu estava pensando na letra da música de Toquinho. Esta parte me fez refletir profundamente:

Nessa estrada não nos cabe
Conhecer ou ver o que virá
O fim dela ninguém sabe
Bem ao certo onde vai dar

Será que tem que ser assim mesmo? Melhor, será que é assim mesmo? A estrada que nos conduz ao futuro é algo que “não nos cabe conhecer... o fim dela ninguém sabe bem ao certo onde vai dar”? Você concorda com isto?

Um homem muito sábio falando do conhecimento de Deus disse certa vez:


Retenha o teu coração as minhas palavras; guarda os meus mandamentos e vive; adquire a sabedoria, adquire o entendimento e não te esqueças das palavras da minha boca, nem delas te apartes. Não desampares a sabedoria, e ela te guardará; ama-a, e ela te protegerá. O princípio da sabedoria é: Adquire a sabedoria; sim, com tudo o que possuis, adquire o entendimento. Estima-a, e ela te exaltará; se a abraçares, ela te honrará; dará à tua cabeça um diadema de graça e uma coroa de glória te entregará.


Ouve, filho meu, e aceita as minhas palavras, e se te multiplicarão os anos de vida. No caminho da sabedoria, te ensinei e pelas veredas da retidão te fiz andar. Em andando por elas, não se embaraçarão os teus passos; se correres, não tropeçarás. Não entres na vereda dos perversos, nem sigas pelo caminho dos maus. Evita-o; não passes por ele; desvia-te dele e passa de largo; pois não dormem, se não fizerem mal, e foge deles o sono, se não fizerem tropeçar alguém; porque comem o pão da impiedade e bebem o vinho das violências. Mas a vereda dos justos é como a luz da aurora, que vai brilhando mais e mais até ser dia perfeito.” (Provérbios 4: 4-18)





Toquinho é considerado um gênio da música, mas infelizmente ele não conheceu Andressa. Senão, seus versos não teriam parado aqui: Nessa estrada não nos cabe conhecer ou ver o que virá. O fim dela ninguém sabe bem ao certo onde vai dar”.

Andressa sabia e aqueles que entregam suas vidas a Jesus e buscam viver Seus ensinos compreendem que Ele é o Caminho e com Ele há um fim com esperanças. Não se perturbem porque Deus permitiu que este lindo ser humano de 14 anos, que só fazia o bem, tivesse a vida interrompida de forma tão trágica. Não se perturbem, pois ela sabia em Quem ela cria e que Nele ela alcançaria a eternidade. Eu ouso dizer que o Senhor que conhece o fim desde o princípio sabia o que estava fazendo quando permitiu que tal tragédia lhe acontecesse. Afinal, Ele só tem bons pensamentos a cerca de nós.

Não se deixem levar pela aparência das coisas. Será um equivoco como um equivoco é, a vida deste homem. Particularmente acho que este vídeo não tem nada de engraçado. A verdade é que há muitos que vivem desse modo, sem noção do que é ter vida plena. Penso que foi por isto que Jesus disse: “Pai, perdoa porque não sabem o que fazem.”





“Deus não permite, mas depois passa o pano”. “Eles (as pessoas assaltadas) são mais pecadoras do que eu, senão Deus não permitiria que eu os assaltasse.”

Este homem fez o que a grande maioria faz. Transmite a própria culpa para o outro. Tenta, em sua loucura, tornar Deus cúmplice de seus atos.

A estrada que nos conduz ao futuro é algo que “não nos cabe conhecer... o fim dela ninguém sabe bem ao certo onde vai dar”? Este pobre homem pode conhecer a velhice, mas terá tido uma vida torta, sem sentido. Escreve a sua história de vida em linhas tortas. Fala o nome de Deus, fala sobre justiça, mas com um pensamento equivocado sobre Quem é Deus, o que é o viver e do que é a vida. Não ama os outros porque não aprendeu a amar a si mesmo. Se ele não tiver um encontro real com o Senhor da vida, sua vida continuará sem sentido e terá um fim certo: a morte sem esperança alguma.

“O caminho dos perversos é como a escuridão; nem sabem eles em que tropeçam. Filho meu, atenta para as minhas palavras; aos meus ensinamentos inclina os ouvidos. Não os deixes apartar-se dos teus olhos; guarda-os no mais íntimo do teu coração. Porque são vida para quem os acha e saúde, para o seu corpo. Sobre tudo o que se deve guardar, guarda o coração, porque dele procedem as fontes da vida. Desvia de ti a falsidade da boca e afasta de ti a perversidade dos lábios. Os teus olhos olhem direito, e as tuas pálpebras, diretamente diante de ti. Pondera a vereda de teus pés, e todos os teus caminhos sejam retos. Não declines nem para a direita nem para a esquerda; retira o teu pé do mal.” (Provérbios 4: 19-27)

Respondeu-lhe Jesus: Eu sou o caminho, e a verdade, e a vida;” (João 14:6)

Desculpe-me o Toquinho, é verdade que o envelhecer traz a perda das forças, mas conheço o Caminho e isto me permite afirmar que podemos escrever e reescrever as linhas de nossas vidas. Somos seus autores.

Gostaria de compartilhar com vocês queridos leitores “a oração deste idoso”. Não importa qual o tempo de nossa vida, se será curta ou longa. O que importa é que sentido estamos dando à nossa vida.

“Não me rejeites na minha velhice; quando me faltarem as forças, não me desampares. (...) Não me desampares, pois, ó Deus, até a minha velhice e às cãs; até que eu tenha declarado à presente geração a tua força e às vindouras o teu poder.” (Salmo 71: 9 e 18)

“Senhor, fui moço e agora sou velho... e não posso evitá-lo. Aceito o envelhecimento do corpo como uma situação normal, mas peço-Te não me deixes envelhecer no espírito. Renova a minha mente dia após dia.

Senhor, fui moço e agora sou velho... e já aprendi muitas coisas, mas quero continuar aprendendo sempre. Abre meus olhos para perceber o que ainda não percebi. Ensina-me coisas novas.

Senhor, fui moço e agora sou velho... mas quero conservar o amor à minha família, ao próximo, aos meus amigos, aos meus irmãos em Cristo, a todos aqueles que me rodeiam. Preserva em mim esse amor e torna–o cada dia mais intenso.

Senhor, fui moço e agora sou velho... mas ainda tenho projetos de vida. Quero trabalhar por Ti enquanto aqui viver. Torna esses projetos uma realidade em minha vida. Dá-me forças e entusiasmo para realizá-los.

Senhor, fui moço e agora sou velho... mas recuso-me ser achado na “ante-sala da morte”. Não quero ser encontrado na “fila dos pré-mortos”. Enquanto conservares a minha vida, mantém-me a cabeça erguida, enche-me de otimismo, entusiasmo e vida.

Senhor, fui moço e agora sou velho... e assumo a minha ancianidade; entretanto, não quero absorver os chamados “complexos da velhice”. Eles me humilham e me fazem um pessimista depressivo. Livra-me deles.

Senhor, fui moço e agora sou velho... e às vezes sinto medo do futuro, da enfermidade, da solidão, da viuvez, da morte. Ajuda-me a não me preocupar com essas possibilidades. Ajuda-me a não ser hipocondríaco. Ajuda-me a fixar o meu olhar em Jesus e a apropriar-me de Suas virtudes. Ajuda-me, dia após dia, a ter vivas em minha mente Suas lindas e maravilhosas promessas.

Senhor, fui moço e agora sou velho...e, embora às vezes a vida me seja difícil, não tenho queixas de Ti. Tu me tens sustentado desde o ventre da minha mãe, “a substância ainda informe”, e sei que o farás até o momento de minha partida. Sustenta esta minha fé. Não permitas que ela se abale, qualquer que seja a circunstância que eu tenha que enfrentar.

Senhor, fui moço e agora sou velho... mas tenho uma família encantadora. Estão todos nos teus caminhos, servindo-Te em suas profissões. Minha esposa é uma companheira dedicada, que caminha comigo nesta nova etapa. Meus filhos são amáveis e solícitos para mim. E estão todos ativos em Tua Igreja. Ajuda-me sempre a amá-los e a valorizar o seu caminho.

Senhor, fui moço e agora sou velho... e não sei o número de dias que me restam, e nem quero saber. Entreguei-Te o meu relógio, e não o quero de volta. Não desejo existir nem mais nem menos um dia além ou aquém daquele que predeterminaste para mim. Mas, quero que me ajudes a viver intensamente enquanto não chegar a minha hora.

Senhor, fui moço e agora sou velho... e não devo estar muito distante do Céu. (...), Ajuda-me Senhor, a aguardar esse dia em plena confiança e tranqüilidade.

Senhor, fui moço e agora sou velho... mas ainda sinto alegria de viver porque sei que Tu estás comigo, que és o meu pastor, que nada mem faltará, e que me fazes repousar em pastos verdejantes, junto das águas de descanso. Ajuda-me a continuar um velho alegre e feliz.

Senhor, fui moço e agora sou velho... mas, enquanto viver, quero honrar o Teu nome. Se por acaso, eu vier a fracassar leva-me para junto de Ti, antes do fracasso.

Por Jesus Cristo, Senhor de todas as idades, meu Salvador. Amém.” ( Rev. Kléos Magalhães Lenz César. Fui moço, agora sou velho... e daí?)

Teremos sempre a opção de paz no Senhor. Nossa vida não precisa ser somente um fardo a carregar. Ele disse que estaria conosco e que poderia carregar os nossos fardos. Ele disse que poderíamos ter uma vida em abundância. Que em sua vida você a tenha em seu sentido pleno. Que ela seja bastante colorida e tenha os tons da real felicidade. Sabendo que quando os anos de cansaço vierem a mensagem do Senhor é: “Sê forte e corajoso; (...). O SENHOR é quem vai adiante de ti; ele será contigo, não te deixará, nem te desamparará; não temas, nem te atemorizes.” (Deuteronômio 31: 7-8)

Leiam 1 Corintios 10:13 e reflitam nesta verdade. 


A estrada desta vida só tem dois destinos. Não há uma terceira via, nem atalhos. Está escrito: “Vê que proponho, hoje, a vida e o bem, a morte e o mal; se guardares o mandamento que hoje te ordeno, que ames o SENHOR, teu Deus, andes nos seus caminhos, e guardes os seus mandamentos, e os seus estatutos, e os seus juízos, então, viverás (...). Porém, se o teu coração se desviar, e não quiseres dar ouvidos, e fores seduzido, e te inclinares a outros deuses, e os servires, então, hoje, te declaro que, certamente, perecerás; (...). Os céus e a terra tomo, hoje, por testemunhas contra ti, que te propus a vida e a morte, a bênção e a maldição; escolhe, pois, a vida, para que vivas, tu e a tua descendência, amando o SENHOR, teu Deus, dando ouvidos à sua voz e apegando-te a ele; pois disto depende a tua vida e a tua longevidade;” (Deuteronômio 30: 15-20) 

A vida de Andressa foi interrompida aos 14 anos. Não se perturbem por isso, o tempo de Deus não é o mesmo tempo do homem. A vida para Deus só tem sentido quando vem plena da eternidade e é essa vida que Ele oferece aos que O aceitam como Senhor. Não tenho dúvidas que a eternidade está garantida para essa menina de fé gigante.

Para reflexão deixo: 

Eclesiastes 11:8-10 

Eclesiastes 12:14-14

1 Coríntios 10:21-23


Este texto foi especialmente para você Tatiana

Ruth Alencar

Comentários

  1. Parabéns pelo artigo, ele me fez refletir profundamente no amor de Deus em nos proporcionar o sentido da existência ao mostrando-nos que não somos obra do acaso e que nEle obteremos a eternidade.Também fiquei muito emocionado com a história da Andressa.

    Obrigado por ter permitido Deus te usar na confecção deste oportuno texto que foi de grande valia para mim e creio que para muitas outras pessoas.

    Josimar Rios Oliveira

    ResponderExcluir
  2. Pastor Josimar,

    essa é realmente a essência da mensagem: Fazer-nos refletir no amor de Deus e em Sua maravilhosa misericórdia.

    Uma misericórdia que nos possibilita acreditar no poder do recomeço e na esperança do consolo e conforto em nossa caminhada diária.

    Temos uma chance infinita de sermos vitoriosos quando nos colocamos em Suas mãos. Com Ele se houver queda é certo o levantar.

    Sim, pastor, Deus nos dá um sentido sólido em nossa existência ao mostrar-nos "que não somos obra do acaso e que nEle obteremos a eternidade."

    A história da Andressa é simplesmente inspiradora. O contraste de sua história com a história desse pobre homem é algo gritante.

    um grande abraço e que Deus seja com vc.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Estamos felizes com sua participação. Volte sempre. Responderemos seu comentário logo que possível.

Postagens mais visitadas deste blog

3º Dia: Por que as coisas pioram quando mais buscamos a Deus?

5º Dia: Unges a minha cabeça com óleo e o meu cálice transborda

O Rio Jordão: As Águas de Naamã