As asas que realmente nos fazem voar



Mateus 6: 25 e Lucas 12:22 “Por isso, vos digo: não andeis ansiosos pela vossa vida, quanto ao que haveis de comer ou beber; nem pelo vosso corpo, quanto ao que haveis de vestir. Não é a vida mais do que o alimento, e o corpo, mais do que as vestes?”

Filipenses 4:6 Não andeis ansiosos de coisa alguma; em tudo, porém, sejam conhecidas, diante de Deus, as vossas petições, pela oração e pela súplica, com ações de graças.”

“O meu caminho está encoberto ao SENHOR, e o meu direito passa despercebido ao meu Deus? Não sabes, não ouviste que o eterno Deus, o SENHOR, o Criador dos fins da terra, nem se cansa, nem se fatiga? Não se pode esquadrinhar o seu entendimento. Faz forte ao cansado e multiplica as forças ao que não tem nenhum vigor. Os jovens se cansam e se fatigam, e os moços de exaustos caem, mas os que esperam no SENHOR renovam as suas forças, sobem com asas como águias, correm e não se cansam, caminham e não se fatigam.”  (Isaías 40: 27-31)


Minha filhinha de quase 9 anos ama os animais eu diria que ela tem o dom de domá-los. Ela diz que quando crescer será Veterinária e Bióloga. Mas, atenção não é qualquer bióloga não! Ela diz: “vou ser uma eremita mamãe. Quero viver onde vivem os animais.”

Ela ama assistir os programas do Animal Planet, já me fez assistir com ela o “Reino dos Suricatos” um bilhão de vezes. Nossa, que exagero!

Não sei como ela consegue ver as sagas dos leões e das leoas nas Séries Predadores... eu simplesmente não suporto ver as pequenas zebras e  búfalos sendo perseguidos ferozmente... mas ela fica lá e ainda me avisa: “tem cenas impróprias para você mamãe, é melhor sair!”

Há algumas semanas recebi a “grande notícia”. Foi assim que ela a anunciou. Ela ganhara um periquito australiano. Fez toda a negociação sozinha com a tia, tínhamos apenas que ir a sua casa buscá-lo.

Não gosto de pássaros engaiolados! Na minha varanda mantenho sempre frutinhas e vasilhas com água e os pássaros vêm livremente e vão. Há tardes em que eles são tantos que brigam. É simplesmente maravilhoso ser despertado pelos gritos dos bem-te-vis. É sempre uma diversão vê-los mergulhar na bacia com água e tomarem seus banhos e matarem a sede.

Mas, há algo que observo nesses pássaros, eles têm medo. Tomam água e banho sempre levantando a cabecinha para ver se não correm perigo. Eles sabem quando coloco água para eles, escutam o som da água e vêm. Mas nunca se aproximam quando estou na varanda. E eu que gostaria apenas de senti-los em minhas mãos...

O pecado trouxe problemas tanto para os homens como para os animais. Eles também sofrem, e como sofrem! O que é mais triste é que nós seres humanos somos os maiores causadores de problemas para os animais, e, portanto, deveríamos ser seus maiores protetores.

O grande dia, enfim, havia chegado e fomos buscar a pequena avezinha. Qual foi minha surpresa... minha filha havia escolhido um que era aleijadinho. A tia me disse que tentou demovê-la da ideia, mas ela disse não!

O que eu poderia dizer? Pegamos o pequeno animalzinho e então comecei a me fazer algumas perguntas:

Por que ela não pegou um bichinho “normal”? Será que não tem cirurgia? Talvez eu devesse mandar amputar aquela perninha que parece tanto complicar a vida deste pequeno animal!


Decidi ir a um veterinário, queria saber se não havia a possibilidade de uma cirurgia. Mas, infelizmente não. Ela na verdade não era aleijadinho, sua perninha havia sido fraturada em três partes e estas fraturas já estavam consolidadas.




Porém, o veterinário me pediu para trazê-la após 3 meses quando, então ele poderia decidir sobre uma amputação.

O fato é que observando no dia a dia pude constatar que aquela perna, torta como era não poderia ser retirada. Chiquinha precisava dela. Não haverá amputação. Decidimos. Chiquinha é um pássaro feliz, canta, abandona-se nos dedos da minha filha com uma docilidade que me inspira bondade, paz e carinho. Hoje, vê-la esforçar-se e até arrastar-se no chão da gaiola para chegar aonde quer chegar me ensina coisas. Gosto das lições que a Chiquinha tem me ensinado. Penso duas vezes antes de murmurar...

Quando, após grande esforço, ela chega ao topo da gaiola canta e isto é muito inspirador. Sempre me pergunto o que se passa na mentezinha dela no “durante o esforço”. E tenho sido levada a concluir que com certeza não é o desistir, muito menos o negativismo que a frustração pode provocar. Ás vezes ela cai mais de uma vez, mas sempre recomeça. Voa e também cai. Mas, sempre recomeça... e no final há o cântico da vitória. 


A Chiquinha já me fez muito pensar. E isto tem sido muito bom! Sabem nascer é já um milagre! Não é o fato de uma “perna torta” ou um “braço que falta” que deveria nos abater. Por que somos tão frágeis às vezes a ponto de desejar a morte quando na verdade temos o mais precioso dom: a vida?













Respire fundo. Sinta o fôlego de Deus, a Vida encher seus pulmões. Redescubra o sentimento da gratidão. Experimente estar feliz somente pelo fato de estar com vida.

O meu caminho está encoberto ao SENHOR, e o meu direito passa despercebido ao meu Deus? Não sabes, não ouviste que o eterno Deus, o SENHOR, o Criador dos fins da terra, nem se cansa, nem se fatiga? Não se pode esquadrinhar o seu entendimento. Faz forte ao cansado e multiplica as forças ao que não tem nenhum vigor. (...) os que esperam no SENHOR renovam as suas forças, sobem com asas como águias, correm e não se cansam, caminham e não se fatigam.”  (Isaías 40: 27-31)

Isaías 58:14 diz: “... então, te deleitarás no SENHOR. Eu te farei cavalgar sobre os altos da terra e te sustentarei ... porque a boca do SENHOR o disse.”

“Cavalgar sobre os altos da terra”?

“Fazer forte ao cansado e multiplicar as forças ao que não tem nenhum vigor”?

“... os que esperam no SENHOR renovam as suas forças, sobem com asas como águias, correm e não se cansam, caminham e não se fatigam.”

Eu conheço o Deus que pode tudo isto fazer acontecer. Qualquer que seja a sua limitação NEle haverá sempre vitórias. Se você ainda não conhece o potente poder de paz que o conhecimento da Verdade que liberta proporciona, se você ainda não tem a esperança que transforma, que reabilita e que capacita, tome uns minutinhos a mais para respirar fundo na medida em que escuta e vê esse vídeo.

P.S. Para ver a legenda em português clique no ícone “cc”, existente na barra debaixo no próprio vídeo. 






Convido vocês a conhecerem mais sobre Nick Vujicie. É só procurar no youtube e vocês poderão ver como este rapaz vive e é feliz.Vejam como ele tem ajudado a muitas pessoas.



Ruth Alencar

Comentários

  1. *
    *
    *
    *
    *
    *
    *
    *
    *
    *
    Mais uma vez, obrigada minha amiga Ruth!

    Que Deus preserve seu coração sempre bondoso e atencioso! Que inspire suas letras para que as Nossas Letras possam novamente caminhar juntas!

    *
    *
    *
    *

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Estamos felizes com sua participação. Volte sempre. Responderemos seu comentário logo que possível.

Postagens mais visitadas deste blog

3º Dia: Por que as coisas pioram quando mais buscamos a Deus?

O Rio Jordão: As Águas de Naamã

Revelação e Explicação do Sonho de Nabucodonosor - Capítulo 2