Tudo é Espiritual - "Vá mais devagar, assim você não perde a Essência.”

Rob Bell é escritor e Pastor. É autor de três livros: Repintando a Igreja, Deus quer Salvar os Cristãos (estes já estão traduzidos para o português) e Sex God (este ainda não foi lançado no Brasil). Fundador da Mars Hill Bible Church localizada em Grandville, Michigan, nos Estados Unidos da América.

É apresentador da primeira série de pequenos filmes com abordagem espiritual conhecido como NOOMA. Rob Bell é casado com Kristen e tem dois filhos, hoje eles moram em Grand Rapids, Michigan.

Gosto do seu estilo de ensino inteligente e cativante. Particularmente, gosto muito de sua abordagem e leitura do Evangelho. Entretanto, sempre submeto seus ensinos e mensagens à luz da Palavra Maior, a Bíblia Sagrada. A mensagem, portanto, que deixo é o clássico conselho de reter o que é bom. E o que é bom? É o que se confirma com a Palavra de Deus.

Você pode assistir os filmes do projeto NOOMA nos vários vídeos que estão disponíveis no Youtube. OU quem sabe adquiri-los através desse site: NOOMA

Cada NOOMA traz um DVD com versões legendadas em diversas línguas, incluindo o português. São vídeos curtos de mais ou menos 10 minutos.

A mensagem que lhe propomos hoje é: “Everything is Spiritual” (Tudo é Espiritual). Porém, dou como subtítulo o conselho do próprio Bell: “Vá mais devagar, assim você não perde a Essência”.

Esta frase me chamou atenção: “Se você procurar você vai achar.” Então, procure Deus. Ele mesmo nos aconselhou a buscá-LO enquanto podemos encontrá-LO. Pode você compreender tal conselho? 

A incorporação de alguns vídeos foram desativadas mediante solicitação, então clique no link para ver o documentário diretamente no youtube.


Há quem interprete algumas colocações de Rob Bell nesta exposição como tendo uma visão panteísta. Eu não entendi assim. Compreendi que em suas palavras ele afirma que há muito de Deus em toda a Sua criação. Em tudo podemos sentir Sua energia, Suas impressões. Não é Deus quem está lá, afinal o que pode contê-LO sendo Ele Quem Ele É?

Em Isaías 40:22 está escrito: ele quem estende os céus como cortina e os desenrola como tenda para neles habitar;”

E em Salmo 19:1-4 nos é dito: “Os céus proclamam a glória de Deus, e o firmamento anuncia as obras das suas mãos. Um dia discursa a outro dia, e uma noite revela conhecimento a outra noite. Não há linguagem, nem há palavras, e deles não se ouve nenhum som; no entanto, por toda a terra se faz ouvir a sua voz, e as suas palavras, até aos confins do mundo.”

Não tenho um pensamento ilógico quando digo que creio que Deus existe. Penso que há mais racionalidade na fé do que na incredulidade. Creio porque O enxergo em tudo. A visão que tenho DEle está muito além do que muitos têm representado em seus conceitos religiosos. Deus não é o amor. Deus é amor em sua plenitude. Deus não é a paz. Deus é paz em sua plenitude. Quem conhece Deus ama e está em paz. Paz aqui não é no sentido de ausência de conflitos, mas compreende a certeza de saber quem se é, o que faz aqui e para onde está indo. Encontrar essas respostas é experimentar a certeza de Deus e encontrar a paz.

O mundo e seus elementos, visíveis e invisíveis, e os seres nele viventes não 
são mera soma de todas as partes, mas partes que compõem um todo. Tudo foi criado com um propósito. A pequena lágrima que rola em nossas faces tem a sua função. O sorriso e o choro também. O vento que parece não ter origem e fim também cumpre o seu papel. Quando aceitamos a presença de Deus em nossas vidas há uma nova visão de mundo. Uma nova visão que vai além do espiritualizado. É algo divino mesmo! Há um sentido novo no existir, um sentido que só conhece quem O tem em seu coração e mente. É uma questão de Sobrevivência com “S” maiúsculo!

... o que estamos procurando, o que você está procurando, o que eu estou procurando está bem aqui. Não é no topo da montanha, não é do outro lado do oceano o que estamos procurando está bem aqui!

A realidade que Jesus veio para anunciar, para morrer e para ressuscitar, por ele chamada de “o reino de Deus”, podemos dizer “a realidade de Deus” ou o “jeito de Deus”. Esta realidade Jesus disse: “está aqui”!

“... Ele veio essencialmente para articular para nós e integrar uma espiritualidade holística que tudo o que estamos procurando não está lá... é bem aqui! O problema é se nossos olhos estão abertos para ver.”

“... tudo foi criado nesta Terra para abrigar o ser humano e os animais. Tudo! É muita exatidão para ser obra do acaso ou do espontâneo.”

“... em Salmo 14 diz “o tolo diz em seu coração não há um Deus”. Agora isto é fascinante porque diríamos “alguém que rejeita o divino” nós diríamos “foi alguém que fez uma decisão intelectual, eles olham para as colunas, pesam as evidências e dizem “não há um Deus”... mas o Salmo diz “não, alguém que rejeita a Deus que diz não há um Deus este é alguém que tomou esta decisão em seu coração. O salmista diz que não é somente uma decisão intelectual, uma lei cognitiva que essa pessoa fez. É uma postura do coração.” (Rob Bell)


Comentários

  1. Não manjo nada, nadica de nada de Física Quântica, mas certa vez li um texto, na verdade uma palestra escrita: "A Mente, a Religião e a Ciência", proferida na Universidade de Lisboa em 2001.

    Há umas frases neste texto que achei super interessante:


    http://www.scribd.com/doc/6683209/Ciencias-A-Realidade-Na-fisica-Quantica


    ”A realidade é criada pelo próprio observador.”


    “Se o mundo tem realidades objetivas, independentes de nós observadores humanos parciais, e limitados deve-se ao fato de que existe uma Consciência Universal – Deus que ao observar todas as múltiplas potencialidades de existência torna real aquela que de nós, simples mortais, nos damos conta. Nesta perspectiva Deus é o único garante da Realidade objetiva do mundo.”


    “Os progressos recentes da ciência conduzem novamente, apesar da forte oposição das correntes conservadoras, à reposição da causalidade e por conseqüente à recuperação da existência de uma Realidade física objetiva independente dos observadores.”

    O que tudo isto significa dizer (o texto como um todo)?

    Sim, Deus existe?

    Atrelar a existência de Deus à nossa própria percepção seria o mesmo que tentar compreendê-LO com a nossa limitação?

    Então, a “aceitação” da existência de Deus (no caso dos que têm a necessidade de uma prova científica) pode encontrar respostas na compreensão dessas realidades objetivas e independente da capacidade humana?

    A fé é realmente algo totalmente espiritual ou algo que encontra também fundamentação na lógica da existência das realidades objetivas?

    Com relação a essa visão panteísta...fico com: "O problema é se nossos olhos estão abertos para ver.” E acrescenta... e o nosso coração disposto a aceitar

    Só refletindo...

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Estamos felizes com sua participação. Volte sempre. Responderemos seu comentário logo que possível.

Postagens mais visitadas deste blog

3º Dia: Por que as coisas pioram quando mais buscamos a Deus?

Revelação e Explicação do Sonho de Nabucodonosor - Capítulo 2