Postagens

Mostrando postagens de Maio, 2011

A Marca de Deus e a da ‘Besta’: Uma questão de obediência (Parte 5)

Imagem
Serie Sinais do cumprimento de uma promessa maravilhosa

Nosso leitor Pedro disse: “Infelizmente, talvez, o pior tipo de perseguição imposta os cristãos, hoje em dia, seja a descriminação infligida pelos próprios cristãos. É mais fácil uma empresa pertencente a qualquer denominação evangélica admitir um “descompromissado religioso” do que um membro de qualquer outra denominação cristã. Dá para imaginar quanto é improvável que: Uma escola “Universal” admita um professor adventista? Um hospital “Adventista” admitir um médico testemunha de Jeová? Uma clínica da “Assembléia” contratar um Mórmon? 
Mas, o pior é que essa postura afeta à quase totalidade dos empresários membros de todas as denominações! O mais incrível, é sabido que muitas denominações recomendam aos seus seguidores que ‘não conversem com membros de outras denominações, não dêem oportunidade ao diabo’. [...], se houvesse um pouco mais de humildade e de tolerância entre os “donos de igrejas”, certamente, seríamos cristãos muito …

O Evangelho será proclamado, haverá conflitos religiosos e “profetadas” (parte 4)

Imagem
Sinais do Cumprimento de Uma Maravilhosa Promessa

A polêmica que tem surgido em torno do nome de Jesus não é atual. No tempo de Jesus muitos disseram: “Este é Jesus, o Profeta de Nazaré da Galiléia”(Mateus 21:11)
“E de todos se apoderou o temor, e glorificavam a Deus, dizendo: um grande profeta se levantou entre nós, e Deus visitou Seu povo.”(Lucas 7:16)
Conhecedor de tais interrogações Jesus perguntou aos Seus discípulos: “Quem dizem os homens ser o Filho do homem? E eles disseram: uns João Batista, outros Elias, e outros Jeremias ou um dos profetas. E DISSE-LHES JESUS: E VÓS, QUEM DIZEIS QUE EU SOU?”(Mateus 16: 14-15)
Jesus sabia que o Seu nome seria para sempre motivo de interrogações. Ou porque Ele despertaria amor ou porque despertaria ódio. Certa vez conversando com um jovem que havia sido um cristão adventista e hoje se identifica como ateu, perguntei-lhe sobre Jesus e ele me respondeu simplesmente: “Jesus para mim não é mais nada!”
Mas, há outros que consideram Jesus um revolucioná…