Nossa homenagem ao ser cujo amor é o que mais se assemelha ao de Deus






Com mamãe aprendi que o amor tem múltipla face. Ela era a múltipla face do amor.

Eu não tenho mais mãezinha. Ela descansa sob os cuidados de Deus. Mas, eu tive um dia e sei o quanto uma mãe é importante na vida e formação de uma criança. A minha faz muita falta. Foi uma super mãe...  quinze filhos! Muito obrigada Senhor pelo ‘anjo da guarda especial’ que o Senhor me permitiu ter. Muito obrigada Senhor, porque com ela aprendi sobre a paciência, a renúncia, a humildade. Como eu gostaria de ser uma mulher tão cristã como ela foi... Que mulher maravilhosa foi minha mãe! Sou feliz porque disse isto muitas vezes para ela.

Foi ela a primeira a juntar minhas mãos quando ainda eram pequeninas e a ensinar-me a fazer uma prece a Ti.  Foi ela quem me conduziu em seus braços e me dedicou em Teu altar. Eu louvo ao Senhor por essa chance, pois o melhor que há em mim é reflexo do que ela ensinou sobre Ti.

Minha homenagem a você tia Alda que Deus seja com a senhora, renovando a cada dia suas forças, sua fé, sua saúde... sua paz. Um grande e especial beijo neste dia. 

Amor de mãe é assim... Há sempre um pouquinho para dar para quem chega!

Penso agora nas muitas crianças existentes nos orfanatos e no tremendo vazio que deve existir no coração delas. Mas, penso também nas muitas mulheres que lutam desesperadamente para serem mães. E ainda naquelas que têm o título de mãe, mas que de mãe não têm nada. 

Eu conheço os dois tipos de amor de mãe: sou mãe de barriga e de coração. O que mais peço a Deus é que Ele me dê sabedoria para que meus filhos vivam em suas vidas a experiência do que é ter uma mamãe. Eu tive e sei que isto é muito bom!

Gostaria de deixar uma reflexão especial para você mamãe que nos lê. E aqui vai minha homenagem para você também Brígida. Você é uma guerreira. Abençoados sejam os frutos do seu ventre, mulher!

Tenho percebido que o segredo da minha foi ser quem ela foi, não no palco aberto da minha vida, mas o que ela viveu nos bastidores. Mamãe era o tipo do ser humano que não precisava estar em cena para ser quem ela era. 








Aos filhos digo: sejam elegantes com suas mamães. Comportem-se com elegância e ética. Esta é a melhor homenagem que vocês podem fazer àquela que deu o melhor de si mesma para vocês.

“Existe uma coisa difícil de ser ensinada e que, talvez por isso, esteja cada vez mais rara: a elegância do comportamento. 

É um dom que vai muito além do uso correto dos talheres e que abrange bem mais do que dizer um simples obrigado. 

É a elegância que nos acompanha da primeira hora da manhã até a hora de dormir e que se manifesta nas situações mais prosaicas, quando não há festa alguma nem fotógrafos por perto. É uma elegância desobrigada. 

É possível detectá-la nas pessoas que elogiam mais do que criticam, nas que escutam mais do que falam. E quando falam, passam longe da fofoca, das pequenas maldades ampliadas no boca a boca. 

É possível detectá-la nas pessoas que não usam um tom superior de voz ao se dirigir a frentistas, nas pessoas que evitam assuntos constrangedores porque não sentem prazer em humilhar os outros. 

É possível detectá-la em pessoas pontuais. 

Elegante é quem demonstra interesse por assuntos que desconhece, é quem presenteia fora das datas festivas, e, ao receber uma ligação, não recomenda à secretária que pergunte antes quem está falando e só depois manda dizer se está ou não está. 

Oferecer flores é sempre elegante. 

É elegante você fazer algo por alguém e este alguém jamais saber disso... 

É elegante não mudar seu estilo apenas para se adaptar ao outro. 

É muito elegante não falar de dinheiro em bate-papos informais. 

É elegante o silêncio, diante de uma rejeição... 

Sobrenome, jóias e nariz empinado não substituem a elegância do gesto. 

Não há livro que ensine alguém a ter uma visão generosa do mundo. 

É elegante a gentileza... 

Atitudes gentis, falam mais que mil imagens... 

Abrir a porta para alguém... É muito elegante. 

Dar o lugar para alguém sentar... É muito elegante. 

Sorrir sempre é muito elegante e faz um bem danado para a alma... 

Olhar nos olhos ao conversar é essencialmente elegante. 

Pode-se tentar capturar esta delicadeza pela observação, mas tentar imitá-la é improdutivo. 

A saída é desenvolver a arte de conviver, que independe de status social: é só pedir licencinha para o nosso lado brucutu, que acha que "com amigo não tem que ter estas frescuras". 

Educação enferruja por falta de uso. 

E, detalhe: não é frescura!”
 (desconheço a autoria)



Como bem disse Machado de Assis, “há pessoas elegantes e pessoas enfeitadas." Que você seja uma pessoa elegante para a honra de seus pais e para a glória de Deus.


Ruth Alencar

Comentários

  1. Obrigada Ruth!!!

    Se sou guerreira, não sei.

    Só sei que continuo em pé e lutando.

    Feliz dia das mães para você!!!

    ResponderExcluir
  2. Ruth,minha doce irmã.Ainda hoje olhei para uma criança de sete anos e me imaginei se naquela idade a mamãe tivesse nos deixado por causa da sua enfermidade de morte e agradeci ao Senhor pela Sua grande misericórdia para conosco, quando mamãe pediu a Deus para lhe dar vida, pois "quem ensinaria o amor de Jesus a nós 15 filhos?" Jesus lhe concedeu mais 40 anos de vida a ponto de criar filhos, ver netos e bisnetos... não há palavras para dizer que foi bom demais!!Tenho certeza de que mamãe ressuscitará pelo poder do Altíssimo e receberá a sua coroa, pois foi fiel até o fim.
    Deus seja louvado.

    ResponderExcluir
  3. Bri, minha amada irmã em Cristo.

    "Só sei que continuo em pé e lutando."

    Isto é ser guerreira. Só vence a luta quem tem coragem.

    E que Deus seja louvado por isto todos os dias de sua vida.

    ResponderExcluir
  4. Ah, Marta gostei do "minha doce irmã".

    Sim... a misericórdia de Deus foi sem limite em nossas vidas.

    E mamãe foi fiel ao seu pacto com Deus. Agora é conosco. É a nossa vez de sermos fiéis e a honrarmos por tantas noites de preocupações. Por tanto joelho calejado... e por tantas coisas mais que sabemos... cada um de nós, não é?

    Sim, Deus seja louvado.

    ResponderExcluir
  5. 15 filhos!!!

    Sua mãezinha não apenas foi uma guerreira, foi uma vencedora!

    A tia Alda agradece pela homenagem linda e deseja um feliz e abençoado dia das mães para você!

    Grande abraço, minha irmã "emprestada" e mais... minha irmã presenteada por Deus!

    ResponderExcluir
  6. Achei lindo este poema que minha amiga das letras, grande Valdenia, compartilhou comigo. Não podeia deixar de compartilhar com vcs.

    É um poema que fez para sua filha em homenagem a felicidade que sente por ser mãe. Que Deus abençoe vcs duas.

    "Poema para Thaís que me fez mãe

    Fernanda Guimarães - meu pseudônimo literário


    E tu me escolheste entre tantas mulheres

    Olhaste-me sem que eu ainda te visse

    Vestindo-te de amor para em mim habitar

    E te fizeste botão a florir em meu ventre

    Nem te perguntaste se era primavera

    Em ti não existiam estações quaisquer

    Planejaste chegar em tua mansuetude

    Trazida pelos braços amorosos da lua

    Que também cúmplice iria se fazer cheia.



    Sonhaste em vir, quando sorrissem estrelas

    E o vento te embalasse doces canções

    E pulsaste vida, onde eu não me conhecia.

    Ao ouvires a melodia da minha voz

    Respondias-me no ritmo de teus membros

    No vôo do teu coração alçavas-me

    Quando te entoava apenas o refrão

    Daquela canção em que minhas mãos

    Dançavam passos de carícias contigo,

    Quando somente te sentia dentro de mim.



    Perdia-me em gestos, sussurrando-me...

    Ah, os segredos que te confidenciava

    Nas noites insones, em que te espreguiçavas

    Ocupando todos os meus espaços,

    Como se até a respiração me levasses.

    Parecias querer dizer ao mundo

    Que em tuas conversas com Deus

    Já havias decidido pelo momento

    Em que sorririas em meus braços.



    Sim, foste mais que desejada

    E quando enfim te deitaste em meu peito

    Unindo-te em uníssono ao meu cansaço

    Rezei-te na voz do meu silêncio:

    Bendita sejas tu filha

    Pela Mãe que me tornaste!"

    ResponderExcluir
  7. Ruth,
    Grata pelo carinho com que recebes meus textos. Ainda que em silêncio, sempre leio o material que me envias.
    Que tu possas continuar trilhando o caminho da fé e levando esperanças aos que se desencontram da vida...
    Fica em paz!beijos...
    Valdenia

    ResponderExcluir
  8. Menina das letras,

    legal ver vc por aqui vendo nossas letras.



    abraço

    ResponderExcluir
  9. Valdênia

    Não apagamos seu comentário. Infelizmente houve um problema técnico no Bloger. Perdemos alguns comentários, inclusive o seu. Mas, eu tive tempo suficiente para ler sua mensagem e registro aqui, menina das letras, a minha grande satisfação por vc nos visitar sempre, ainda que em silêncio.

    abraço

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Estamos felizes com sua participação. Volte sempre. Responderemos seu comentário logo que possível.

Postagens mais visitadas deste blog

3º Dia: Por que as coisas pioram quando mais buscamos a Deus?

Revelação e Explicação do Sonho de Nabucodonosor - Capítulo 2