Postagens

Mostrando postagens de Outubro, 2011

O Que é Santidade?

Imagem
O melhor argumento em favor do cristianismo é a vida do cristão. Ninguém pode contestar o argumento de uma vida transformada. Por outro lado, o maior descrédito do cristianismo é a incoerência da pessoa que aceitou a teoria do ensinamento evangélico, mas não permitiu que a mensagem se tornasse realidade na sua experiência diária. O cristianismo de fachada é tolo e prejudicial por dois motivos: o primeiro deles é que Deus conhece tudo e não pode ser enganado. Seus olhos contemplam os rincões mais escuros do coração. Podemos argumentar e discutir. Podemos repetir nossas explicações a ponto de acreditar nas mentiras que inventamos. Mas existe Alguém que sabe tudo, e diante dEle até os pensamentos mais íntimos são expostos. Esse Deus, segundo o salmista, é Deus que não “Se agrada com a iniquidade” (Salmo 5:4). Portanto, “aparentar” ser cristão, para quê? Qual é a vantagem? O respeito dos demais? A opinião alheia? O reconhecimento público? Nada tem sentido, você percebe? O Deus que tudo v…

Criacionismo e Evolução Teísta: O que eles dizem?

Imagem
com referências de Mark A. Finley e Crescendo em Cristo

No livro de Apocalipse 14:7 está escrito “adorai aquele que fez o céu, e a terra, e o mar, e as fontes das águas” (Apocalipse 14:7).
Os Salmos 33:6-9 mencionam que Deus falou e o mundo veio à existência: “Os céus por sua palavra se fizeram, e, pelo sopro de sua boca, o exército deles. [...] Tema ao SENHOR toda a terra, temam-no todos os habitantes do mundo. Pois ele falou, e tudo se fez; ele ordenou, e tudo passou a existir.”
O pastor e conferencista internacional Mark A. Finley1 em seu artigo “Além da História da Criação2” escreveu: 
“Qual a importância da controvérsia? Durante minhas reuniões de evangelismo público, rotineiramente conduzo algumas sessões de perguntas e respostas. O tema da Criação muitas vezes surge. A audiência faz perguntas como estas: ‘Verdadeiramente Deus criou o mundo em seis dias literais, consecutivos de 24 horas?’, ‘Como sabemos que Ele não levou bilhões de anos?’, ‘Será que de fato faz alguma diferença se …

As alegrias de ser cristão

Imagem
Texto bíblico de estudo: Lucas 10: 17-24.
Além dos 12 apóstolos, Jesus organizou um grupo de 70 discípulos para uma missão especial. 

Em Lucas 10: 1-12, encontram-se as instruções que Jesus deu aos 70.

“E depois disto designou o Senhor ainda outros setenta, e mandou-os adiante da sua face, de dois em dois, a todas as cidades e lugares aonde ele havia de ir. E dizia-lhes: Grande é, em verdade, a seara, mas os obreiros são poucos; rogai, pois, ao Senhor da seara que envie obreiros para a sua seara. Ide; eis que vos mando como cordeiros ao meio de lobos.Não leveis bolsa, nem alforje, nem alparcas; e a ninguém saudeis pelo caminho.

E, em qualquer casa onde entrardes, dizei primeiro: Paz seja nesta casa.  E, se ali houver algum filho de paz, repousará sobre ele a vossa paz; e, se não, voltará para vós. E ficai na mesma casa, comendo e bebendo do que eles tiverem, pois digno é o obreiro de seu salário. Não andeis de casa em casa. E, em qualquer cidade em que entrardes, e vos receberem, comei do…

Por que Cristo Morreu?

Imagem
“Aquele que não conheceu pecado, o fez pecado por nós; para que nele fôssemos feitos justiça de Deus.”  (2 Corintios 5:21)
“O sacrifício expiatório de Cristo no Calvário marcou o ponto de mudança no relacionamento entre Deus e a humanidade. Embora ainda permaneça um registro dos pecados nas pessoas, como resultado da reconciliação Deus não mais considera esses pecados contra os seus praticantes. Isto não significa que Deus desistiu de aplicar a punição, ou que o pecado não mais provoque a Sua ira. Em vez disso, significa que Deus encontrou um meio para garantir perdão ao pecador arrependido, embora mantendo ainda perante o universo o elevado padrão de justiça de Sua eterna lei.” (Nisto Cremos, pág. 158)
“Isto é, Deus estava em Cristo reconciliando consigo o mundo, não lhes imputando os seus pecados; e pôs em nós a palavra da reconciliação.” (2 Coríntios 5:19)
“A vida perfeita de Cristo demonstrou como os seres humanos podem viver sem pecado. Sua morte pagou a penalidade por todo o pecado…