Postagens

Mostrando postagens de Maio, 2012

Jesus e os Cambistas do Templo

Imagem
por Pastor Morris Venden
Fomos criados para sermos felizes, mas nossas escolhas às vezes nos levam para caminhos de tristeza e frustração. Bem-aventurado o homem que não erra o alvo. “Bem-aventurado o homem que não anda segundo o conselho dos ímpios, nem se detém no caminho dos pecadores, nem se assenta na roda dos escarnecedores;” (Salmo 1: 1)
O que faz um homem não errar o alvo? Qual é o alvo? O salmista diz que o homem bem-aventurado “antes tem seu prazer na lei do Senhor, e na sua lei medita de dia e noite.” Ele não adota os princípios dos ímpios, isto é não imita as suas práticas, nem os escolhe como seus associados. Seu prazer, sua paixão, sua alegria de viver é meditar na vontade revelada do Senhor. A qualidade de sua vida é como a de uma árvore crescendo junto a um curso perene de água que produz abundante fruto.
O homem bem-aventurado produz abundantes frutos porque é alimentado por Aquele que é a fonte da água da vida. Suas raízes se nutrem dessa água.
“Eu sou o Alfa e o Ômeg…

Como Jesus tratava as Pessoas

Imagem
por  Pastor Morris Venden
“Jesus é a "pessoa" original dos seres humanos. Ele os criou, tornou-Se um deles, morreu por eles, e não pode ficar sem eles. Assim, alegre-se ao reconsiderar o modo como Jesus tratou os pecadores, líderes religiosos, as pessoas comuns e outros. E ao ler, aprenda outra vez como Ele se sente em relação a você.”(Morris Venden)






Parte 1- Jesus e os Cambistas do Templo
. Parte 2 - Jesus e os Caídos em construção 
Parte 3- Jesus e os Temerosos 
. Parte 4- Jesus e os Rejeitados 
. Parte 5- Jesus e os Enlutados  em construção 
. Parte 6- Jesus e os Pecadores Conscientes  em construção 
. Parte 7- Jesus e os Endemoninhados  em construção 
. Parte 8- Jesus e os Pobres  em construção 
. Parte 9- Jesus, os Publicanos e os Coletores de Impostos  . Parte 10 - Jesus e os Gentios em construção  

“Ele não pesa, ele é meu irmão"

Imagem
Hoje fui acompanhar meu esposo ao aeroporto, ele viajou para proferir uma palestra... gosto de estar com ele até o último momento. O voo atrasou 2 horas, então decidimos jantar no aeroporto. Não fique muito chateado quando coisas chatas acontecem. Elas podem se transformar em bençãos.
Como foi bom aquele atraso! Jantamos e ficamos conversando... E que conversa gostosa! Amei quando ele disse: “Eu penso às vezes no tamanho de Deus... Ele deve ser muito grande. Grande mesmo! Penso que Ele é muito diferente do que tem revelado as religiões, todas as religiões! Acho que nem mesmo a Bíblia conseguiu revelar Deus como Ele É.”
Conversamos sobre a vida, o cansaço da longa jornada de trabalhos, sobre suas aulas e relacionamento com seus alunos. Falamos sobre a vaidade do conhecimento... Ele me contava de seus debates com seus alunos que se identificavam como agnósticos. E como às vezes ficavam sem respostas quando ele expunha situações pontuais do conteúdo em que estavam estudando. “Eu sempre afi…

Deus e o nosso Orgulho: A Mensagem de Daniel 4

Imagem
com comentários de C. Mervyn Maxwel, Urias Smith e Dr. Cesar Vasconcellos de Souza
“sede unânimes entre vós; não ambicioneis coisas altivas mas acomodai-vos às humildes; não sejais sábios aos vossos olhos;” (Romanos 12:16)
“Nabucodonosor rei, a todos os povos, nações, e línguas, que moram em toda a terra: Paz vos seja multiplicada. Pareceu-me bem fazer conhecidos os sinais e maravilhas que Deus, o Altíssimo, tem feito para comigo. Quão grandes são os seus sinais, e quão poderosas as suas maravilhas! O seu reino é um reino sempiterno, e o seu domínio de geração em geração.” (v.1-3)
O capítulo 4 de Daniel nos conta que Nabucodonosor queria tornar conhecida, não apenas a algumas pessoas, mas a todos os povos, nações e línguas, a maneira maravilhosa com que Deus o tratou. Ele confessa francamente a vaidade e o orgulho de seu coração e fala abertamente dos meios que Deus empregou para humilhá-lo a fim de que ele não sucumbisse prisioneiro de seu próprio orgulho e vaidade.  Na disciplina do Se…