Postagens

Mostrando postagens de Fevereiro, 2013

O Estranho Julgamento

Imagem
O cadáver do Papa Formoso sendo julgado por Estêvão VI. Pintura de Jean-Paul Laurens (1870)

Em 891 foi eleito o que ficou conhecido como o Papa Famoso. Desordens políticas na Europa, notadamente na França,Alemanhae Itália, interferiram muito e prejudicaram o seu pontificado, findando assim com sua excomunhão. É dito que Famoso fortaleceu e promoveu o cristianismo na Inglaterra e no Norte da Alemanha e que mantinha relações amigáveis com Constantinopla e que para se garantir contra algumas autoridades buscou o apoio de Astolfo, o Rei dos francos. O ponto culminante teria sido então o fato de haver coroado Astolfo como rei. Formoso foi o Papa que converteu os búlgaros ao catolicismo. Em 896 ele morre e aqui começa o que se tornaria um dos mais estranhos julgamentos. Após sua morte foi substituído por Bonifácio VI com apoio dos opositores do Papa Formoso. Mas sua moral não era nada recomendável e Bonifácio permaneceu como papa apenas 15 dias.  
Nove meses após a sua morte Famoso teve seu ca…

Refletindo um pouquinho sobre 2 Reis 2: 9- 13

Imagem
Na leitura bíblica de hoje do ano bíblico alguns versos chamaram-me a atenção:
v.9-10 “Elias disse a Eliseu: Pede-me o que queres que te faça, antes que seja tomado de ti. E disse Eliseu: Peço-te que haja porção dobrada de teu espírito sobre mim. E disse: Coisa difícil pediste;  se me vires quando for tomado de ti, assim se te fará, porém, se não, não se fará.”
Deixe-me ressaltar primeiramente que em hebraico o emprego metafórico de ‘filho’ implica forte semelhança e íntima relação. Não é necessariamente uma questão de filiação. Um Ben-Nabi (filho de profeta) era um candidato à profissão de profeta. Um profeta tinha seus discípulos. A principal missão doBen-Nabiseria propagar a mensagem do seu mestre. É nesse contexto que tem que ser entendido o pedido de Eliseu.
“Quando Elias estava prestes a se retirar de seu fiel servo e discípulo, ele deu a Eliseu o privilégio de pedir o que estava em seu coração. Eliseu poderia pedir favores temporais e materiais, como riqueza, fama, sabedoria, ho…

Conversando sobre o Perdão

Imagem
A Salvação, a Justificação, a Glorificação, e o ‘Arrebatamento’


vídeo 1: O Perdão Temporal e Perdão para a Vida Eterna

vídeo 2: A Salvação da Condenação do Pecado

vídeo 3: A Salvação do Poder do Pecado

vídeo 4- A Salvação da Presença do Pecado

vídeo 5: Salvos para a Obediência

vídeo 6: Alegrai-vos! Há Salvação e Missão

vídeo 7: Santa Ceia


Nosso muito obrigada ao pastorBenedito Muniz por ser este instrumento nas mãos de Deus para a salvação de muitos em Cristo Jesus.

Ruth Alencar e Brigida

Reconciliando-se com Deus e Reavivando na Fé (parte 1)

Imagem
Esperei pacientemente por Adonai [Senhor], até que ele se inclinou para mim e ouviu o meu pranto.” (Salmo 40:1 BJC)

A Bíblia nos ensina que devemos viver uma vida dedicada a servir a Deus. O que significa isto? Precisa Deus de nossa servidão para ser quem Ele É?
Compreendo que servir a Deus é direcionar nossos desejos ao centro da Sua vontade, porque sabendo que Ele é amor e só tem bons pensamentos acerca de nós, teremos confiança de que a Sua vontade em nossa experiência de vida produzirá em nosso viver o estado da paz, do conforto, da proteção, da justiça.
Conforto? A vida de Jesus e dos Seus primeiros discípulos foi de conforto? Jesus sofreu tudo o que sabemos que sofreu e Seus discípulos também. Mas em meio a grande angústia e sofrimento físico Jesus expressou uma das mais lindas e marcantes palavras dos Evangelhos: “Pai, perdoa-lhes; eles não entendem o que estão fazendo.” (Lucas 23:34 BJC)
Todos os Seus discípulos confirmaram a fé através de torturas e grandes renúncias. À exceção …

Nicholas Winton, o herói anônimo

Imagem
Foi simplesmente impossível assistir esse vídeo e ficar calada. Há coisas que não podemos esconder. Histórias como esta têm que ser compartilhadas. Compartilho com vocês um pouco da história desse ser humano simplesmente maravilhoso!
Foi impossível não pensar em Jesus Cristo e no tudo que Ele fez para que a humanidade fosse salva... Foi impossível não questionar a mim mesma a respeito do traçado que irei deixar como instrumento de Deus em relação ao meu próximo.
Decididamente o plano de Deus é que sejamos de fato instrumentos de bondade e amor. Precisamos aprender a sair de nossa zona de conforto e fazer com que o cristianismo que professamos seja de fato o braço de Deus em favor da humanidade. 
Homens como Nicholas Winton nos fazem pensar quão lindos podemos ser quando nos tornamos anjos de esperança para corações angustiados...
Nicholas Winton, o herói anônimo da Segunda Guerra


Ruth Alencar