666 A Marca da Besta. Conversando sobre Apocalipse 13 e 14



Este texto é uma transcrição adaptada do BibleCast 17. 

Você pode ouvir o podcast original aqui.  

  
“O tema é 666 – A marca da besta. Será que realmente sabemos o que é 666? Será que é uma tatuagem? Será que é um piercing?

Existem muitas ideias a esse respeito. Algumas pessoas pensam que é o código de barras, sabem a razão disso? O código de barras usa o número 6 para identificação, começando por 6, tem um 6 no meio e termina com 6. Elas concluem, então, que como é o código de barras que é usado para ver os preços e a bíblia diz que ninguém compra nem vende se não tiver a marca da besta, concluem que isto é a marca da besta.

Alguns acham que o código da besta é a TV, porque você fica na frente dela com o controle na mão.

Também tem gente que diz que é um chip, o chip de RFD ou sistema de Rádio Frequência onde todas as informações necessárias sobre as pessoas são acessadas. Isso já existe nos EUA, já existe em animais em Campinas e a meta é que todos os carros brasileiros usem isso até 2014, com isso não será mais necessário o radar convencional, porque dará até para saber a velocidade que os carros estão quem é o dono e todos os dados.

RFD existe, por exemplo, em lojas de departamentos, (o adesivo metálico) tem a mesma tecnologia do chip. Isso facilita bastante a vida das pessoas, mas também é usado para controlar. Imagine você entrar num mercado e seu cartão do banco tem um RFD, aí você compra tudo o que precisa, coloca no carrinho e vai embora sem passar no caixa, então seu cartão já identifica o que você está comprando e debita automaticamente na sua conta. Isso, já é possível de ser feito, apenas é muito caro.

Muito dizem que isso é a marca da besta, mas na verdade é a interpretação pessoal do texto bíblico por meio da nossa realidade e não pela própria bíblia. As pessoas pegam a bíblia e olham para o mundo tentando entender a mensagem, entretanto, é a bíblia que interpreta a própria bíblia.

Tomemos por base Mateus 24:24 e Apocalipse 13. Satanás está fazendo um plano para enganar os escolhidos, ele se disfarça de Deus. A ideia principal de Apocalipse 13 é a adoração. Satanás imita tanto a trindade quanto a volta de Cristo, e ele faz isso porque quer a adoração para si.

Vejamos Apocalipse 13:4, 8 e 12 e 15. Perceba que o tempo todo o contexto é de adoração à besta. Note que temos adoração ao dragão, à besta do mar e à besta da terra, e veja que há um decreto que a besta iria fazer morrer aqueles que não a adorassem. João está dizendo que Satanás iria forçar a adoração a si mesmo.

Então a pergunta final que devemos ter em mente é: A quem vamos adorar? Essa é toda a questão desde o início. Já no céu Satanás dizia que Deus não servia para ser adorado. Essa é a questão do grande conflito. Em oposição temos Apocalipse 14:7 com Deus fazendo um apelo para adoração a Si.

João está fazendo um paralelismo entre a Besta e o Cordeiro de Deus, nos capítulos 13:11 e 14:1. Ele VÊ a besta e ele OLHA o cordeiro. Veja que a besta emergia da terra e que o cordeiro estava em pé sobre o monte. Isso na poesia hebraica é muito claro, eles (os hebreus) estão entendendo o que está acontecendo aqui. João está fazendo paralelismo, no hebraico não se rima sons, se rima ideias e é isso que João está fazendo.

Apocalipse 13:14 : “e, por meio dos sinais que lhe foi permitido fazer na presença da besta, enganava os que habitavam sobre a terra e lhes dizia que fizessem uma imagem à besta que recebera a ferida da espada e vivia.”

Apocalipse 14:1 : “E olhei, e eis o Cordeiro em pé sobre o Monte Sião, e com ele cento e quarenta e quatro mil, que traziam na fronte escrito o nome dele e o nome de seu Pai.”

Temos de um lado os que estavam com a besta e do outro quem está junto com o cordeiro. O povo da besta tem a marca da besta e o povo do cordeiro tem o nome do cordeiro escrito na fronte. Vejam que os dois têm a marca. O capítulo 13 está falando do mal e o capítulo 14 está falando do bem.

A ideia é a adoração. No capítulo 13 existe uma luta para que adoremos a besta e no capítulo 14 um apelo para adorarmos ao Criador. Veja que não é um apelo para adorarmos a Deus, é um apelo para adorarmos o Criador dos céus, do mar e da terra. João não manda adorarmos a Deus, porque se adorássemos a Deus estaríamos adorando a Satanás que está disfarçado. João está dando as características de quem devemos adorar: o criador dos céus, do mar e da terra.

E aí se pode pensar o seguinte: Essas não são as características de Deus? Isso não faz diferença, não me ajuda saber quem se deve adorar. Será? Será que não? Vamos prosseguir.

Lembrem-se que o contexto é de adoração. Lembrem-se que o primeiro mandamento fala de adoração: “Não terás outros deuses diante de Mim.” Todos os primeiros 4 mandamentos falam de adoração a Deus e os outros falam de relacionamento com o próximo, e como Satanás quer ser adorado em apocalipse 13, ele também faz uma imitação dos mandamentos.

Lembrem que ele está imitando tudo, imita a trindade, imita a volta de Jesus, imita as 3 mensagens angélicas e agora imita os mandamentos. Olhe o que ele diz em Apocalipse 13:4:  “e adoraram o dragão, porque deu à besta a sua autoridade; e adoraram a besta, dizendo: Quem é semelhante à besta? quem poderá batalhar contra ela?”

Quem é como a besta? A resposta esperada é ninguém. Ninguém é como a besta. Mas o primeiro mandamento diz que ninguém é semelhante a Deus.
Então Satanás está fazendo uma contrafação e dizendo que na verdade ninguém é semelhante a besta.

O segundo mandamento da lei de Deus é não farás imagens de escultura. Veja o que o que está escrito no capítulo 13:14. Olha só, o diabo tenta deturpar tudo o que Deus faz. Ao mesmo tempo em que ele copia de Deus ele também deturpa o que Deus diz.

Ele está zombando de Deus, o Senhor diz pra não fazer uma imagem e aqui João nos apresenta a besta fazendo uma imagem, vejam que interessante.  O terceiro mandamento é não tomar o nome do Senhor em vão. Vamos ver Apocalipse 14:6 : “E vi outro anjo voando pelo meio do céu, e tinha um evangelho eterno para proclamar aos que habitam sobre a terra e a toda nação, e tribo, e língua, e povo,” e Apocalipse 13:5: "À besta foi dada uma boca para falar palavras arrogantes e blasfemas e lhe foi dada autoridade para agir durante quarenta e dois meses."

Lembrem-se que quem está contando que o nome de Deus está sendo difamando é João. Se não fosse por João nós não saberíamos que isso estaria errado, porque, lembrem-se, Satanás estará operando com grandes sinais e prodígios.  Sinais verdadeiros! Ele estará promovendo o bem, se olhássemos para ele estaríamos vendo a Cristo.

Satanás está copiando tudo e os mandamentos que tem relação à adoração a Deus estão sendo citado aqui. Vamos ler Daniel 8:12 : “E o exército lhe foi entregue, juntamente com o holocausto contínuo, por causa da transgressão; lançou a verdade por terra; e fez o que era do seu agrado, e prosperou.”

É exatamente isso que Satanás está fazendo, está lançando as verdades de Deus por terra e está prosperando.

Falamos que Satanás está tentando tomar a adoração para si, mas na verdade, podemos dizer que ele está tentando desviar a adoração de Deus para qualquer coisa. Satanás não quer que Deus seja adorado, por isso ele faz com que adoremos qualquer coisa, porque adorando qualquer coisa estamos dando ponto para o argumento de Satanás que Deus não é digno de adoração. Ele quer que adoremos qualquer coisa que não seja Deus.

Lembrem-se dos paralelismos que acabamos de ver. Veja agora capítulo 13: 16-18: “E fez que a todos, pequenos e grandes, ricos e pobres, livres e escravos, lhes fosse posto um sinal na mão direita, ou na fronte, para que ninguém pudesse comprar ou vender, senão aquele que tivesse o sinal, ou o nome da besta, ou o número do seu nome. Aqui há sabedoria. Aquele que tem entendimento, calcule o número da besta; porque é o número de um homem, e o seu número é seiscentos e sessenta e seis.”

Pensa na seguinte ideia: estou escrevendo um livro em código, se eu falo que aqui está a sabedoria, quer dizer que alguma coisa importante está aqui. Pelo termo ‘aquele que tem entendimento calcule’, fica claro que 666 não é um número literal. Fica claro que ninguém vai sair por aí carimbando 666 nas nossas testas.

João está dando o código para nós descobrirmos. Vimos que todos os outros exemplos dados estavam na mente dos judeusnesse caso em particular, um judeu pararia para pensar por algumas horas, talvez alguns dias e poderia encontrar a referência disso no Antigo Testamento.

De onde João tirou essa referência de 666?

Na bíblia não há uma evidência que eu tenho que sair somando as letras de um nome. Conseguimos encontrar essa referência no livro de Daniel, capítulo 3. O que está acontecendo nesse capítulo? Temos Nabucodonosor construindo uma imagem para que seja adorada.

Essa é a questão: Adoração. O capítulo 3 de Daniel é sobre adoração, vemos Ananias, Mizael e Azarias não adorando a imagem. Em Daniel 3 a adoração é para a quem? Ao homem ou a Deus.

Nabucodonosor era pagão, quando ele recebeu a visão de Deus, Deus se revelou através de um ídolo, e o rei rejeitando a mensagem divina converteu isso para adoração de si e de seu deus. Veja Daniel 3:12 : ‘Há uns homens judeus, que tu constituíste sobre os negócios da província de Babilônia: Sadraque, Mesaque e Abednego; estes homens, ó rei, não fizeram caso de ti; a teus deuses não servem, nem adoram a estátua de ouro que levantaste.’

Em apocalipse nós vemos a besta dizendo: “Quem é semelhante a besta” e agora no final do verso 15 de Daniel vemos o Rei perguntando “Quem é o Deus que os poderá livrar”. Percebem a semelhança? Aqui vemos um homem querendo ser adorado e lá em apocalipse vemos que 666 é numero de homem.

Veja Daniel 3:1 :    ‘O rei Nabucodonosor fez uma estátua de ouro, a altura da qual era de sessenta côvados, e a sua largura de seis côvados; levantou-a no campo de Dura, na província de Babilônia.’

Perceba que o tamanho da estátua é de 60 por 6. A Babilônia não usava um sistema decimal como o nosso. Seu sistema era baseado no número 6. Era chamado de sexagesimal. E nós herdamos isso em coisas como a contagem do tempo, 60 segundos um minuto, 60 minutos uma hora. A contagem dos graus em múltiplos de 6:  360º, 180º.

Isso tinha a ver com a religião deles, onde 6 era o menor deus e o maior era representado por 60. Então quando o rei manda construir uma estátua de 60 por 6 ele está usando as medidas de seus deuses. Veja o verso 12, não era sobre adorar uma estátua era sobre adorar o rei e seus deuses.

E para por uma pá de cal sobre o assunto, o panteão de deuses babilônicos, ou seja, todos os deuses do mundo babilônico recebiam o número de 600. Coincidência?

João está falando de adoração, então usa uma ocasião que um homem quer ser adorado como Jeová. Reparem que é praticamente o mesmo contexto da secagem do rio Eufrates. João está dizendo que assim como foi em Babilônia, assim será no tempo do fim, quando um homem desejará ser adorado. Vemos aqui todas as abominações religiosas todas juntas: 600 todos os deuses + 60 (maior deus) + 6 (menor deus)= 666

Voltemos a apocalipse 13:16-17 : “E fez que a todos, pequenos e grandes, ricos e pobres, livres e escravos, lhes fosse posto um sinal na mão direita, ou na fronte, para que ninguém pudesse comprar ou vender, senão aquele que tivesse o sinal, ou o nome da besta, ou o número do seu nome.”

De onde vem essa citação? Sabemos que João não viu um futuro onde teríamos chips implantados. João tirou isso do Antigo Testamento, mas de onde exatamente?

Esse é O Texto de adoração dos Judeus. Segundo a doutrina judaica, todo judeu deveria recitar esse texto todos os dias de sua vida ao levantar e ao deitar. Leia com solenidade. Vejamos Deuteronômio 6:4: “Ouve, ó Israel; o Senhor nosso Deus é o único Senhor.” (Shemá Yisrael, A-do-nai E-lo-hê-nu, A-do-nai Echad ).





"Escuta, Israel, o Senhor, nosso D-us, é o único Senhor. Amarás, pois, o Senhor, teu D-us, de todo o teu coração, de toda a tua alma e de toda a tua força. Estas palavras que, hoje, te ordeno estarão no teu coração; tu as inculcarás a teus filhos, e delas falarás assentado em tua casa, e andando pelo caminho, e ao deitar-te, e ao levantar-te. Também as atarás como sinal na tua mão (tefilim), e te serão por frontal entre os olhos. E as escreverás nos umbrais (mezuzot) de tua casa e nas tuas portas.

Se diligentemente obedecerdes a meus mandamentos que hoje vos ordeno, de amar o Senhor, vosso D-us, e de o servir de todo o vosso coração e de toda a vossa alma, Darei as chuvas da vossa terra a seu tempo, as primeiras e as últimas, para que recolhais o vosso cereal, e o vosso vinho, e o vosso azeite. Darei erva no vosso campo aos vossos gados, e comereis e vos fartareis. Guardai-vos não suceda que o vosso coração se engane, e vos desvieis e sirvais a outros deuses, e vos prostreis perante eles; Que a ira do Senhor se acenda contra vós outros, e feche ele os céus, e não haja chuva, e a terra não dê a sua messe, e cedo sejais eliminados da boa terra que o Senhor vos dá. Ponde, pois, estas minhas palavras no vosso coração e na vossa alma; atai-as por sinal na vossa mão (tefilim), para que estejam por frontal entre os olhos. Ensinai-as a vossos filhos, falando delas assentados em vossa casa, e andando pelo caminho, e deitando-vos, e levantando-vos. Escrevei-as nos umbrais (mezuzot) de vossa casa e nas vossa portas, Para que se multipliquem os vossos dias e os dias de vossos filhos na terra que o Senhor, sob juramento, prometeu dar a vossos pais, e sejam tão numerosos como os dias do céu acima da terra." (Versão em hebraico “transliterado” in SIDUR COMPLETO, c/ org., ed. e real. de Jairo Fridlin, SP: Ed Sêfer, 1997)





Os judeus poderiam esquecer-se de tudo, menos isso. Veja Deuteronômio 6:5 : “Amarás, pois, ao Senhor teu Deus de todo o teu coração, de toda a tua alma e de todas as tuas forças.” Esse é o resumo da lei. Jesus resumiu os quatro primeiro mandamentos nesse verso. Verso 6 : “E estas palavras, que hoje te ordeno, estarão no teu coração;”

Não podemos nos esquecer disso!

Agora veja Deuteronômio 6: 8 : “Também as atarás por sinal na tua mão e te serão por frontais entre os teus olhos;” Isso é tremendo! É daqui que sai a ideia da marca na mão e a marca da fronte. É emocionante.

A fronte é onde está a nossa mente, a nossa atitude. E a mão é o nosso agir. É daí quem vem a ideia de amar a Deus de todo nosso coração, nosso entendimento e nossa força.

Veja, em Marcos 12:29-31, Jesus relê o Shemá. Esse é o mandamento, essa é a forma de adorar a Deus, e a marca da besta é uma cópia disso só que ao contrário. As pessoas reconhecerão de que lado estaremos.

Adorar a Deus é o principal, se eu não amar a Deus, se adorar qualquer outra coisa que não seja Deus e não manifestar esse amor para com as pessoas, já estou recebendo a marca da besta. Por isso que em II Timóteo 3:1-5 a bíblia fala que nos últimos tempos as pessoas seriam amantes de si mesma porque seriam egoístas, não adorando a Deus, mas amando a qualquer coisa.

O homem foi criado no sexto dia. A Bíblia diz que 6 é numero de homem, 6 é o mais longe que iremos alcançar longe de Deus. A bíblia está mostrando que o erro vai vir e será grande. A marca da besta será dada a todo aquele que não colocar a Deus acima de tudo.

Ellen White fala que a marca da besta é a guarda do domingo, ela diz isso claramente, mas prestem atenção ao texto de Evangelismo, pág. 234: “Mas quando for expedido o decreto que impõe o falso sábado e o alto clamor do terceiro anjo advertir os homens contra a adoração da besta e de sua imagem será traçada com clareza a linha divisória entre o falso e o verdadeiro.”

Quando mundo se aproxima do fim vai ficar cada vez mais difícil guardar a lei de Deus. Hoje já existe uma divisão, hoje existem pessoas recebendo a marca da besta, a ideia é que só vai haver clareza quando sair o decreto, mas hoje já estamos marcando nossas mãos e frontes com nossas escolhas, porque as bestas já estão aí, a do mar e a da terra.

Que hoje, cada um aqui faça a sua escolha.” (Prs. Diego Ignácio e José Flores Júnior, Biblecast)


.  “A observância do memorial do Senhor, o sábado instituído no Éden, o sábado do 7º dia, é a prova de nossa lealdade a Deus.” (EGW. Carta 94, 1900)

.  “O selo do Deus vivo só será colocado sobre os que têm um caráter à semelhança do de Cristo.” (Review and Herald, 21 de maio de 1895)

. “Tão verdadeiramente como foi colocado um sinal sobre as portas das habitações dos hebreus, para proteger o povo contra a ruína geral, será colocado um sinal em cada um dos que pertencem ao povo de Deus. O Senhor declara: ‘Também lhes dei os Meus sábados, para servirem de sinal entre Mim e eles, para que soubessem que Eu sou o Senhor que os santifica’” (Ezequiel 20:12). (SDA Bible Commentary, vol. 7, pág. 969)

.  “Somos trazidos das trevas do mundo para a maravilhosa luz de Deus. Se recebermos a imagem de Deus, se nossas almas forem purificadas de toda contaminação moral, o selo de Deus nos será colocado na testa, e estaremos preparados para as cenas finais da história terrestre. Não temos, porém, tempo a perder. Quanto mais estudarmos a vida de Cristo com o coração disposto a aprender, tanto mais semelhantes a Cristo nos tornaremos.” (Carta 135, 1897).

. “O tempo do selamento é muito curto, e logo passará. Agora, enquanto os quatro anjos estão contendo os ventos, é o tempo de fazer firme a nossa vocação e eleição.” (Primeiros Escritos, pág. 58). 

“Vi outro anjo, que voava pelo céu e tinha na mão o evangelho eterno para proclamar aos que habitam na Terra, a toda nação, tribo, língua e povo. Ele disse em alta voz: 'Temam a Deus e glorifiquem-nO, pois chegou a hora do Seu juízo. Adorem Aquele que fez os céus, a Terra, o mar e as fontes das águas" (Ap 14:6, 7).

Quem é digno de adoração?

O tema principal nas mensagens dos três anjos não é a besta, a marca da besta, nem a obediência, mas o Cordeiro, Jesus Cristo, que surge bem no centro das mensagens.



Êxodo 20: 8 O sábado como mandamento que reconhece Deus como o grande Criador está inserido na marca daqueles que terão recebido a marca de Deus. Apocalipse 14:7 tem em Gênesis 2:2-3 e Êxodo 20 sua referência.


Apocalipse 14:9- 12 nos fala do que ocorrerá com as duas únicas classes de pessoas existentes na volta de Cristo. Hoje é o tempo de decidirmos de que lado queremos estar.



Prs. Diego Ignácio e Junior Flores

____


Outros textos publicado no Nossas Letras com reflexões sobre o mesmo tema:

 O Sábado no Evangelho Eterno


Comentários

  1. O SABER LER A SI:
    (ES.12.1)
    (AP.13.18) – AQUI ESTÁ A SABEDORIA: AQUELE QUE TEM ENTENDIMENTO CALCULE O NUMERO DA BESTA, POIS É NÚMERO DE HOMEM: ORA ESSE NÚMERO É SEISCENTOS E SESSENTA E SEIS: (AR.119.9)

    (ISRAEL é o nome do Homem que sabe LER A SI no Espírito Bíblico: Aqui o saber acaba com as cogitações infundadas que existiam acerca do número 666 do Apocalipse, pois o que está escondido nas 131 letras e 10 sinais que compõem o texto acima, é isto):

    ARNALDO RIBEIRO É ISRAEL: É O HOMEM QUE NASCEU NO CÉU, QUE AMA E SABE TESTAR AS ALMAS NO SEU NOME: E ELE ENTENDE QUE CRISTO TESTA DEUSES E DIABOS NESSE MESMO ESPÍRITO. (IL.131.7)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A Bíblia nos ensina a respeito dos falsos mestres. O apóstolo Pedro nos alertou quanto aos falsos mestres. (2 Pedro 2:21; 3:12)

      O apóstolo Paulo no livro de Gálatas nos orienta:

      " ... senão que há alguns que vos perturbam e querem perverter o evangelho de Cristo. Mas, ainda que nós mesmos ou um anjo do céu vos pregasse outro evangelho além do que já vos pregamos, seja anátema.Como antes temos dito, assim agora novamente o digo: Se alguém vos pregar outro evangelho além do que já recebestes, seja anátema.Pois busco eu agora o favor dos homens, ou o favor de Deus? ou procuro agradar aos homens? se estivesse ainda agradando aos homens, não seria servo de Cristo.Mas faço-vos saber, irmãos, que o evangelho que por mim foi anunciado não é segundo os homens;porque não o recebi de homem algum, nem me foi ensinado; mas o recebi por revelação de Jesus Cristo. " (Gálatas 1: 7-12)

      Não há salvação sem Cristo, não há verdade sem a Palavra de Deus. Respeito sua opinião, mas ao levá-la diante da palavra autorizada, como a palavra de Deus, a saber a Bíblia sou levada a convidá-lo a ler a Bíblia.

      Que Deus lh dê sabedoria, humildade e paz.

      Excluir
    2. No final da história deste mundo cumprir-se há o que está escrito em apocalipse 14:12 - aqui está a perseverança dos santos, os que guardam os mandamentos de Deus e tem a fé em Jesus.
      O quarto mandamento de Deus, requer a observância do sábado como dia santificado.
      O terceiro mandamento no catecismo, requer que guardemos o domingo e dias de festas, Quem está certo? a Bíblia ou o catecismo? Deus ou a Igreja católica?

      E a mulher estava vestida de púrpura e de escarlata, e adornada com ouro, e pedras preciosas e pérolas; e tinha na sua mão um cálice de ouro cheio das abominações e da imundícia da sua fornicação;
      E na sua testa estava escrito o nome: Mistério, a grande babilônia, a mãe das prostituições e abominações da terra.
      Apocalipse 17:4,5
      Quem adulterou a Lei de Deus? não foi a mãe?
      quem são as filhas, se não forem as que aprovam a lei adulterada?

      Que Deus Ilumine os sinceros a entenderem que a Lei de Deus é ETERNA.

      Excluir

Postar um comentário

Estamos felizes com sua participação. Volte sempre. Responderemos seu comentário logo que possível.

Postagens mais visitadas deste blog

3º Dia: Por que as coisas pioram quando mais buscamos a Deus?

O Rio Jordão: As Águas de Naamã

Revelação e Explicação do Sonho de Nabucodonosor - Capítulo 2