Que venha 2014! Refletindo sobre o livro de Provérbios (parte 1)



Charles Lamb, literato e crítico inglês, disse que “o dia de ano novo é o aniversário de todo homem”. Não sei muito de sua história literária, mas sei de um fato de sua vida que me fez apreciar este homem das letras: “... súbita loucura atacou sua irmã Mary, que chegou a matar a própria mãe. Charles não permitiu que ela fosse recolhida ao manicômio e dedicou-lhe toda a sua vida, na tentativa de fazê-la recobrar a razão. Quando sua irmã melhorava, colaborava com ele na compilação de obras infantis. Mary sobreviveu a Charles treze anos”.

Eu gosto de pessoas capazes de grandes gestos de amor. O mundo precisa de gente que cuida de gente. Muitos se esquivam de investir em outro ser humano, chegando ao absurdo de dizer que prefere animais a pessoas. Perdoe-me quem pensa assim. Mas, somos o máximo como ser humano quando saímos de nossa zona de conforto e somos capazes de amar quem não merece. Realmente é mais difícil investir num relacionamento humano do que num relacionamento com um animalzinho. A este basta amar, nutrir, aconchegar, cuidar... ele lhe será eternamente grato e fiel. Mas a um ser humano exige-se muito mais: há que se perdoar, tolerar, compartilhar, calar-se, saber ouvir, saber falar. Saber mesmo não ser amado e ainda assim amar. Exige-se muito mais de si mesmo num relacionamento com outro ser humano do que com um animal. E isto é natural. Há racionalidade, moralidade e espiritualidade envolvidos. Somos um ser vivente mais complexo. Isto, no entanto, não significa dizer que o ser humano é um ser mais merecedor do amor. Devemos amar, respeitar e cuidar de todo ser vivente, racional ou não.

Como em todos os anos, gosto de uma passagem de ano em um lugar tranquilo, estou aqui em meio à natureza, ouvindo o cantar de muitos pássaros. Cercada de muito verde! A temperatura está agradabilíssima, 17º graus.

Que você tenha um ano abençoado por Deus e que em seu coração haja o firme desejo de seguir Seus princípios de vida. Selecionei algumas dicas preciosas para compartilhá-las com você, com o profundo e sincero desejo de que haja riqueza de saúde, paz e felicidade em seus novos dias que se iniciam hoje em direção a mais um ano de batalhas, isto é certo. Afinal, não existe vitória sem batalhas. Que venha 2014 e com ele o gosto da conquista, dos sonhos realizados, do crescimento, apesar do sofrimento e da dor!

Hoje gostaria de conversar com você sobre um pouco do livro bíblico de Provérbios.

“Sem dúvida, o Oriente é o berço original dos provérbios. Conforme declaram eminentes sábios, quase todos os provérbios europeus tem sua origem no Oriente. A mais excelente e a mais instrutiva coleção de provérbios encontra-se na Bíblia, sob o título de “Provérbios de Salomão”, sendo a Bíblia um livro oriental também. “Provérbios” é muito mais do que uma coleção de máximas e princípios humanos. É a sabedoria divina intencionada em orientar nossa vida diária. E, perigoso, é negligenciá-la. Visa, ainda, demonstrar que a piedade não é uma atitude mística, mas uma virtude intensamente prática.

O ensino pelos provérbios era uma das formas mais antigas de instrução. Desde os tempos históricos, mais antigos, cada nação possuía seus provérbios. Tal método de ensino se adaptava, perfeitamente, à época, quando os livros rareavam e eram caríssimos. As sentenças, claras, vivas, eram facilmente decoradas. Ainda hoje – idade da erudição e ciência – os provérbios são tão familiares que exercem poderosa influência.

Escrito sob a inspiração de Deus, “Provérbios” tem vários autores humanos. Somente nos capítulos 10 – 19 e 25 – 26 temos os provérbios de autoria de Salomão. Nos capítulos 1:6 a 9:18, 19:20 a 24 encontramos as “Palavras dos Sábios” (veja 1:6 – 22:17-24, palavras que Salomão aprendeu de seus mestres). Nos capítulos 30 e 31 encontramos as palavras de Agur  e Lemuel. Dentre os 3.000 provérbios que Salomão disse (I Reis 4:32) ele mesmo selecionou muitos e os pôs em ordem (Ecles. 12:9). Muitos anos depois “os homens de Ezequias, rei de Judá” (Prov. 25:1) fizeram outra seleção daquele vasto repertório, preservado, sem dúvida, na biblioteca real. O livro de Provérbios foi, então, completado como o temos hoje.

Salomão foi um guia, mais que um exemplo. Mostrou o caminho da sabedoria, mas na última parte de sua vida, não caminhou por ele. Seu filho, Roboão, seguiu seu exemplo, em vez de seus conselhos, e se converteu num governante insensato e mau.

[...] Um segundo olhar nos revela 3 divisões, marcadas pela frase: “Provérbios de Salomão”- 1:1, 10:1 e 25:1. Examinando com atenção essas 3 divisões descobrimos diferenças notáveis, especialmente nos pronomes: em algumas partes estão na segunda pessoa e em outras na terceira pessoa. Estes e outros dados induziram o Dr. Thirtle e outros a uma conclusão decisiva: - os provérbios pronunciados na segunda pessoa do singular são os que foram ensinados a Salomão pelos seus mestres, e o que aludem a terceira pessoa, são os que Salomão ensinou aos seus discípulos e ao povo em geral.”3

Ressalto neste texto estes versos de Provérbios:

“Para se conhecer a sabedoria e a instrução; para se entenderem as palavras de inteligência; para se instruir em sábio procedimento, em retidão, justiça e equidade; para se dar aos simples prudência, e aos jovens conhecimento e bom siso. Ouça também, o sábio e cresça em ciência, e o entendido adquira habilidade, [...] O temor do Senhor é o princípio do conhecimento; mas os insensatos desprezam a sabedoria e a instrução. (cap.1)

Filho meu, se aceitares as minhas palavras, e entesourares contigo os meus mandamentos, para fazeres atento à sabedoria o teu ouvido, e para inclinares o teu coração ao entendimento; sim, se clamares por discernimento, e por entendimento alçares a tua voz; se o buscares como a prata e o procurares como a tesouros escondidos; então entenderás o temor do Senhor, e acharás o conhecimento de Deus. Porque o Senhor dá a sabedoria; da sua boca procedem o conhecimento e o entendimento; ele reserva a verdadeira sabedoria para os retos; e escudo para os que caminham em integridade, [...] Então entenderás a retidão, a justiça, a equidade, e todas as boas veredas. Pois a sabedoria entrará no teu coração, e o conhecimento será aprazível à tua alma; o bom siso te protegerá, e o discernimento e guardará; (cap.2)

Confia no Senhor de todo o teu coração, e não te estribes no teu próprio entendimento. Reconhece-o em todos os teus caminhos, e ele endireitará as tuas veredas. Não sejas sábio a teus próprios olhos; teme ao Senhor e aparta-te do mal. Isso será saúde para a tua carne; e refrigério para os teus ossos. (Cap. 3)

Filho meu, atenta para as minhas palavras; inclina o teu ouvido às minhas instruções. Não se apartem elas de diante dos teus olhos; guarda-as dentro do teu coração. Porque são vida para os que as encontram, e saúde para todo o seu corpo. Guarda com toda a diligência o teu coração, porque dele procedem as fontes da vida. Desvia de ti a malignidade da boca, e alonga de ti a perversidade dos lábios. Dirijam-se os teus olhos para a frente, e olhem as tuas pálpebras diretamente diante de ti. Pondera a vereda de teus pés, e serão seguros todos os teus caminhos. Não declines nem para a direita nem para a esquerda; retira o teu pé do mal. (Cap.4)

Porque os caminhos do homem estão diante dos olhos do Senhor, o qual observa todas as suas veredas. Quanto ao ímpio, as suas próprias iniquidades o prenderão, e pelas cordas do seu pecado será detido. Ele morre pela falta de disciplina; e pelo excesso da sua loucura anda errado. (Cap. 5)

O temor do Senhor é odiar o mal; a soberba, e a arrogância, e o mau caminho, e a boca perversa, [...] (Cap. 8)

O temor do Senhor é uma fonte de vida, para o homem se desviar dos laços da morte. (Cap. 14)

Leia o livro bíblico de Provérbios e medite durante este novo ano em seus 31 capítulos. Há neles conselhos para toda uma vida. É uma coleção de conselhos morais e religiosos, possuidores de instrução acerca da maneira correta de viver. Também contêm discursos breves sobre sabedoria, justiça, temperança, trabalho, pureza, etc. Neles encontramos um grande contraste entre a sabedoria e a insensatez, entre a justiça e o pecado. No mais:

1. Beba muita água;

2. Durma 8 horas por dia;

3. Coma e priorize o que nasce em plantas, e menos comida produzida em fábricas;

4. Coma menos açúcar e menos sal;

5. Ande, e de bicicleta também, por que não?

6. Brinque com seus irmãos, filhos e netos;

7. Leia mais livros do que leu em 2013;

8. Sente-se em silêncio pelo menos 10 minutos por dia;

9. Programe seu tempo e que nele haja tempo para orar;

10. Faça caminhadas de 30 minutos por dia, e enquanto caminhar sorria;

11. Não compare a sua vida a dos outros. Ninguém faz ideia de como é a caminhada dos outros;

12. Não tenha pensamentos negativos sobre coisas de que não tem controle;

13. Não exceda. Busque sempre o equilíbrio;

14. Perdoe, há paz no perdão, para quem dá e para quem recebe;

15. Não desperdice a sua energia preciosa em fofocas;

16. Sonhe mais e faça planos;

17. Inveja é uma perda de tempo;

18. Esqueça questões do passado. Não lembre seu parceiro dos seus erros do passado. Isso destruirá a sua felicidade presente. Faça as pazes com o seu passado para não estragar o seu presente;

19. Não odeie;

20. Decida se fazer feliz;

21.Relacione-se com Deus;

22. Tenha consciência que a vida é uma escola e que está nela para aprender. Problemas são apenas parte do curriculum, que aparecem e se desvanecem como uma aula de álgebra, mas as lições que aprende, perduram uma vida inteira;

23. Sorria e gargalhe mais;

24. Não alimente o desejo de ganhar todas as discussões. Aceite também a discordância;

25. Entre mais em contato com as pessoas que amam você e lhe valorizam;

26. Compartilhe coisas e palavras boas com outros diariamente;

27. Perdoe a todos por tudo;

28. Invista em horas com pessoas acima de 70 anos e abaixo de 6;

29. Tente fazer sorrir as pessoas que se relacionam com você;

30. Não priorize muito o que os outros pensam de você;

31. O seu trabalho é UMA parte da sua vida;

32. Faça o que é correto;

33. Agradeça sempre. Por muito boa ou má que a situação seja ... ela mudará;

35. Olhe-se no espelho e diga: - Seja forte e corajosa. Você não está sozinho. O Deus Criador de todas as coisas ama você !!!!

37. Assim que acordar espreguice, estique o corpo e tenha um pensamento positivo. Sorria para a vida!

39. Seja forte e sábio na dor. Descubra uma maneira pessoal de manter seu coração sempre feliz.

Tenha um feliz Ano Novo. Que venham novos dias de vitórias e que sejam plenos das bênçãos de Deus. Que haja em sua mente a firme decisão de obedecer Seus princípios de vida. E se você não crê em Deus, seja, do seu jeito feliz também!

___________

. Imagem nº 1 do texto:

2. Imagem 2: Hotel Nosso Sitio em Guaramiranga, Ce.


Ruth Alencar

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

3º Dia: Por que as coisas pioram quando mais buscamos a Deus?

5º Dia: Unges a minha cabeça com óleo e o meu cálice transborda

O Rio Jordão: As Águas de Naamã