Meu Pai ...




“Se eu tivesse uma canção que pudesse cantar pra você eu cantaria uma canção que ajude você seguir melhor seu caminho ...”




Pai... que palavra tão pequena , mas tão grande em potência!

Três seres na minha vida exercem essa potência em plenitude: meu Deus, meu papito e meu esposo. Para os meus filhos certamente ele é o melhor pai do mundo!

Meu papito hoje só pensa em nos puxar os braços e apertá-los dia e noite! Mas, descobri algo em tudo isto hoje e a cada vez que ele me puxava abandonei-me em seus braços e a cada vez ganhei um terno abraço e o som de palavras incompreensíveis aos meus ouvidos.

Torço para que você consiga encontrar seu papai Luciana e assim deixar na memória do passado esses quase 40 anos de ausência.

Enquanto ele repetia exaustivamente esses puxões, apertos e carinhosos abraços lembrei-me do que minha irmã Marta contou. Esse foi o diálogo dela com papai.

Ao acordar, desta vez lúcido, de manhã ele disse: - Tive um sonho tão lindo! Tudo era tão branquinho! O cavalo era tão grande! Ele era tão grande!

- Ele quem papai?

- O Prometido, o Filho de Deus!

- Ele lhe disse algo?

- Sim. Que eu abandonasse o caminho das brincadeiras e fosse para o caminho certo. Nossa viagem está bem próxima. Ele está voltando!

Depois, interrompeu sua narrativa com a pergunta: - Onde está a moça que me deu a injeção?

-Ninguém lhe deu injeção papai, a Ivonete lhe massageou.

- Ivonete, Ivonete, você precisa voltar para a igreja, você tem andado distante.

Ivonete fumando diz: - Vixiii, estou toda arrepiada...

Depois papai perdeu-se no silêncio de sua mente e voltou a falar suas palavras cantadas: - Dedé, Dedé, Ademar, Ademar ...

Permito-me, então, pensar no nosso Pai Eterno, sempre tão pronto em vir ao nosso encontro. Talvez o sonho também fosse para Ivonete refletir sobre sua vida espiritual.

A Bíblia tem muitas referências à palavra ‘pai’ e quando ela se aplica a Deus o sentido é pleno.

A necessidade que sentimos hoje pela reconciliação e reavivamento constante com nosso Pai Celestial foi também sentida por Adão e seus filhos. Todas as vezes que pecamos, temos a tendência de fugir do Senhor, afastando-nos dEle mais e mais. A queda do homem trouxe grandes implicações com relação ao propósito divino de que acima de tudo o homem seja um ser feliz. Deus deseja que o Universo volte a ser feliz. Isto porque a queda do homem está inserida no contexto complexo do conflito cósmico ocorrido em tempos anteriores à criação da Terra e dos seres humanos.

“Jesus disse para iniciarmos a oração assim: “Pai nosso, que estás nos céus.” E se ela ficasse só nestas seis palavras, já estaria completa. Jesus, porém, acrescentou as outras como uma ampliação do pensamento. Se realmente aprendemos a dizer esta primeira sentença bem, não será necessário ir mais além.

A palavra “Pai” é uma definição de Deus. Para nós, é uma definição imperfeita, porque nós somos pais imperfeitos. [...] Quando pensamos nesta palavra, associamos a ela todas as imperfeições de nosso pai.

Por isso, Jesus não podia usar a palavra “Pai”. Ele tinha mesmo que adicionar a expressão: “que estás no céus”. Ela não aparece aqui para indicar a localização de Deus, ou nos informar onde é que Deus reside.

Por alguma razão, nós já formamos a ideia de que o céu está bem longe de nós. Muitos de nossos hinos mais apreciados falam daquele “distante lar”, e pensamos também que Deus esta lá no lar distante. Se observarmos os ensinos de Cristo, veremos que tais conceitos são muito errôneos.

Como um Pai, Deus esta tão próximo de nós como o ar que respiramos. Na realidade, este adendo “que estás nos céus” é uma descrição de Deus. O céu é sinônimo de perfeição. Jesus poderia ter dito: “Nosso Pai perfeito”, e teria sido a mesma coisa. E quando pensamos no termo “pai”, logo pensamos também em autoridade, e não em indulgência. Pelo próprio ato de reconhecermos que Deus é pai, nós nos colocamos na posição de filhos. [...]

O vocábulo pai significa mais que regedor, legislador ou juiz; ele implica também num domínio exercido pelo amor, pois coloca a misericórdia bem no centro do julgamento. Como o amor gera o amor, nossa relação para com a atitude de Deus é a de uma verdadeira filiação, e não um sentimento de temor. Paulo explicou isto de maneira admirável: “Porque não recebestes o espírito de escravidão para viverdes outra vez atemorizados, mas recebestes o espírito de adoção, baseados no qual clamamos: Aba, Pai.” (Rm. 8:15).

[...] Dizer “Pai Nosso” significa remover todas as barreiras, colocando cada um de nós na posição de filho de Deus. [...] Como nossa vida seria diferente se, ao orar, levássemos em conta todo o significado de “Pai Nosso, que estais nos céus”! Isto nos levaria a orar de joelhos, no nosso Getsêmani, completamente rendidos a vontade do Senhor. Nós sacrificaríamos a vida para servir o próximo e nos esforçaríamos para salvá-lo. Acima de tudo, isto traria Deus para dentro de nós. [...] ‘Pai nosso, que estás nos céus, quando estas palavras tomam corpo e realidade para nós, nós nos tornamos calmos e confiantes.” (Charles Allen)

“Nosso Deus não é Pai apenas nos bons momentos. Ele não entra nessa de ame seus filhos e os abandone. Posso confiar que ele estará ao meu lado, por pior que eu seja. Você também pode.” (Max Lucado)

Um abençoado dia dos pais para vocês papais e para os seus pais!

Ruth Alencar

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

3º Dia: Por que as coisas pioram quando mais buscamos a Deus?

O Rio Jordão: As Águas de Naamã

Revelação e Explicação do Sonho de Nabucodonosor - Capítulo 2