O Sábado no Evangelho Eterno


Este texto é uma transcrição do sermão realizado pelo Pr. Ezequiel Gomes. Você pode ouvi-lo aqui.

Algumas pessoas desprezam a doutrina do sábado porque o seu fundamento está mais explícito no Antigo Testamento. Quando vamos ensinar as pessoas a guardarem o sábado apresentamos Êxodo 20, os 10 Mandamentos. Antigo Testamento!

Quando vamos falar da origem do sábado apresentamos o livro de Gênesis, capítulo 2. Antigo Testamento!

Inúmeras promessas, para aqueles que devem guardar o sábado, estão contidas no Antigo Testamento de forma clara e algumas pessoas desprezam a doutrina do sábado por causa disso.

Outra questão: Não existe uma repetição dos 10 mandamentos no Novo Testamento. Não há também, nenhuma ordem explícita para santificação do sábado, nos mesmos termos que ocorre no Antigo Testamento.

Isto tem que ficar muito claro! Você não vai encontrar uma passagem no Novo Testamento dizendo assim: “Lembra-te do dia do sábado, para o santificar.  Seis dias trabalharás, e farás todo o teu trabalho; mas o sétimo dia é o sábado do Senhor teu Deus. [...]  Porque em seis dias fez o Senhor o céu e a terra, o mar e tudo o que neles há, e ao sétimo dia descansou; por isso o Senhor abençoou o dia do sábado, e o santificou.”

Você não vai encontrar este texto no Novo Testamento e algumas pessoas utilizam-se deste fato para dizer o seguinte: “O sábado é coisa do passado. É coisa do Antigo Testamento. Ele não tem validade para nós hoje. A mensagem do sábado é legalista e nega a salvação através de Jesus. A mensagem do sábado está errada.”

Precisamos entender algumas coisas a partir deste prisma. Vejam como o tema do sábado é introduzido nos quatro Evangelhos do Novo Testamento:

1. Mateus 12:1-8: “Naquele tempo passou Jesus pelas searas num dia de sábado; e os seus discípulos, sentindo fome, começaram a colher espigas, e a comer. Os fariseus, vendo isso, disseram-lhe: Eis que os teus discípulos estão fazendo o que não é lícito fazer no sábado. Ele, porém, lhes disse: Acaso não lestes o que fez Davi, quando teve fome, ele e seus companheiros? Como entrou na casa de Deus, e como eles comeram os pães da proposição, que não lhe era lícito comer, nem a seus companheiros, mas somente aos sacerdotes? Ou não lestes na lei que, aos sábados, os sacerdotes no templo violam o sábado, e ficam sem culpa? Digo-vos, porém, que aqui está o que é maior do que o templo. Mas, se vós soubésseis o que significa: Misericórdia quero, e não sacrifícios, não condenaríeis os inocentes. Porque o Filho do homem até do sábado é o Senhor.”

Esta é a primeira menção do sábado no Evangelho de Mateus. Este é o primeiro texto sobre o sábado no Novo Testamento. Está escrito ai que o sábado é irrelevante? Está escrito aí que o sábado não é importante? Esta é a grande questão: O contexto dessa afirmativa está relacionado ao fato de que os discípulos estavam com fome e por isso, eles colheram espigas para comer neste dia, que era um sábado.

Até hoje existe uma discussão a respeito do que eram essas espigas. A gente pensa em milho, mas certamente não era milho porque não se come diretamente da espiga. Seria trigo? Isto não é relevante. O fato é que eles estavam com fome e estavam passando num campo. Vamos pensar assim, para facilitar nosso entendimento, uma fruta. Colheram aquela fruta, descascaram para comer.

Agora reflitamos, numa sociedade rural tem gente que trabalha colhendo frutas? Sim, o dia inteiro! Depois a colheita é armazenada. É um trabalho! Agora, dá para comparar uma pessoa que vive colhendo frutas, o dia inteiro, e uma pessoa que colhe uma fruta para comer? Não dá para comparar, não é a mesma coisa! Trabalhar é uma coisa. Você pegar para comer é outra completamente diferente!

Outra questão: Os fariseus acusaram os discípulos de Jesus de estarem transgredindo o sábado. E Jesus aponta o exemplo de Davi na questão dos pães da preposição. E para o trabalho sacerdotal no templo. Ele diz assim: ‘olhem quando Davi teve fome, assim como os discípulos estavam com fome, eles fizeram o que não deviam fazer na mentalidade do israelita e nem por isso os fariseus achavam que Davi era um homem infiel a Deus. Ao contrário, Davi era um homem exaltado como um grande exemplo de um homem de Deus’.

Jesus os incitou a refletir: por que vocês não condenam Davi, mas condenam meus discípulos? E o serviço no Templo que acontecia regularmente no sábado? O sacerdócio continuava mesmo que fosse o sétimo dia! Por fim, Jesus declara-se a Si mesmo o Senhor do sábado.

Esta é a primeira menção do sábado em Marcos:

2. Marcos 1:21-28: “Entraram em Cafarnaum; e, logo no sábado, indo ele à sinagoga, pôs-se a ensinar. E maravilhavam-se da sua doutrina, porque os ensinava como tendo autoridade, e não como os escribas. Ora, estava na sinagoga um homem possesso dum espírito imundo, o qual gritou: Que temos nós contigo, Jesus, nazareno? Vieste destruir-nos? Bem sei quem és: o Santo de Deus. Mas Jesus o repreendeu, dizendo: Cala-te, e sai dele. Mas Jesus o repreendeu, dizendo: Cala-te, e sai dele. E todos se maravilharam a ponto de perguntarem entre si, dizendo: Que é isto? Uma nova doutrina com autoridade! Pois ele ordena aos espíritos imundos, e eles lhe obedecem! E logo correu a sua fama por toda a região da Galiléia.”

Jesus foi a Sinagoga, como de costume, aos sábados com o objetivo de ensinar a adorar a Deus junto com os outros que estão adorando a Deus. Ele vai lá pregar e ensinar. E a palavra de Jesus demonstra uma autoridade acima da dos líderes religiosos da Sua época. Jesus fala não como os outros, mas como quem conhece e vive o que prega, com poder, com autoridade, no dia de sábado.

As pessoas ficam maravilhadas com esta pregação de Jesus. Toca no coração delas. A Sua palavra tem poder para libertar pessoas possessas de espíritos imundos e Ele fica famoso em toda Sua região.

Mas, Ele não era um homem só de palavras. Ele ensinava: Quer me seguir? Carregue a sua cruz! Um dia Jesus subiu numa montanha carregando a cruz dEle porque Ele não apenas fala, Ele faz!

Porque Ele ensinou a gente: ‘Amem uns aos outros!’

João 13 diz que Ele nos amou até o fim. Amou os que eram Seus. Jesus não apenas fala. Ele age! E quando Ele age, Ele tem poder para expulsar demônios. Curar doenças. Ressuscitar mortos! Esse é o Senhor!

Essa é a primeira menção do sábado no Evangelho de Marcos.

3. Lucas 4: 16-30 : Primeira menção do sábado no Evangelho de Lucas. Texto parecido com o registrado no livro de Marcos. Jesus vai a Sinagoga no sábado. Mas, aqui Lucas acrescenta um detalhe que Marcos não coloca: ‘que esse era o costume de Jesus”.

Constantemente Ele estava, no sábado lendo a bíblia, orando, ensinando. Isto não era algo que acontecia uma vez ou outra. Era costume dEle. Jesus guardava o sábado. Jesus estabelece Sua identidade em Lucas 4 e a Sua obra, a partir das profecias do Antigo testamento, no livro de Isaias 61:1-2. Então, a pessoa de Cristo e a obra de Cristo estão estabelecidas nos fundamentos do Antigo Testamento. Ele veio cumprir a profecia.

Se Jesus lesse Isaías nas igrejas cristãs de hoje, elas reprovariam o Seu ensino por Ele está fundamentado no Antigo Testamento? Olhem minha pergunta: Jesus entra numa igreja cristã hoje e prega o Antigo Testamento. As pessoas iriam crer? Ou diriam: ‘Ah! Isto ai é Antigo Testamento! Isto não vale nada!’
Quando a gente prega o sábado não é isso o que dizem? ‘Isto ai é Antigo Testamento! Isto não vale nada!’

4. João 5: 1-2,5. Essa é a primeira menção do sábado no Evangelho de João. Texto interessante! Não podemos, por uma questão de tempo colocar todas as referências registradas em João com relação ao sábado.

 ‘Depois disso havia uma festa dos judeus; e Jesus subiu a Jerusalém. Ora, em Jerusalém, próximo à porta das ovelhas, há um tanque, chamado em hebraico Betesda, o qual tem cinco alpendres. [...] Achava-se ali um homem que, havia trinta e oito anos, estava enfermo.’

Jesus vê o homem a 38 anos paralítico. Alguém tem noção do que isto significa? Ficamos doentes se permanecermos na cama um dia, reclamamos! 38 anos e Jesus, pelo poder da Sua palavra, do Seu amor, da Sua graça, só diz uma coisa: ‘pega tua cama, levanta e anda!’

Antes, porém, perguntou sobre qual seria o desejo desse homem doente: ‘quer ser curado?’ E o manda carregar seu leito. A palavra grega para leito se refere a uma esteira. Algo leve que você carrega com uma só mão com facilidade. Não era uma cama de mogno! Não era pesada!

Era algo simples! Uma esteira! Mas, os judeus diziam que carregar esse leito era um pecado, pois era sábado. E os judeus começam a perseguir Jesus por Ele curar no sábado.

Jesus os surpreende. Ele os diz que Ele trabalha no sábado, segundo o exemplo do seu Pai. E os judeus querem mata-lo por profanar o sábado e pretender ser igual a Deus.

Resumo sobre a doutrina do sábado a partir dos 4 Evangelhos e os textos que nós lemos. Primeiro, Jesus é o Senhor do Sábado. Este é um ensino do Novo Testamento (Mateus 12:8)!

 Então, se alguém disser para você que o dia do Senhor é o domingo, é verdade ou mentira? Mentira!

Se Jesus é o Senhor do sábado, o sábado é o dia do Senhor. Não tem o domingo como o dia do Senhor! Outra coisa, Jesus como Senhor do sábado é o próprio Deus.

Jesus não é Deus que Se fez homem? E o Verbo Se fez carne? Estava com Deus e era Deus?  (João 1)

Quem era o Verbo? O próprio Deus que criou o mundo! E como é que Ele fez? Ele o fez em 6 dias e descansou no sétimo e ordenou o povo a guardar o sábado.

Outra coisa, o Novo Testamento não questiona a necessidade de se guardar o sábado. Mas, ele nos lança numa discussão sobre como guardar o sábado. Entendem essa questão?

O Novo Testamento não está preocupado em dizer se deve guardar ou não. É um pressuposto. Deus mandou tem que fazer. A dúvida no Novo Testamento é como é que faz. Curar é trabalhar? Essa é a dúvida. Jesus está pecando ao curar no sábado? Você entende qual é a dúvida no Novo Testamento? É se curar é pecado ou não? Não é se deve ou não guardar o sábado! Isto é tido como verdade. Nós temos que guardar o sábado.

Outra coisa, em Sua vida humana Jesus tinha o costume de adorar a Deus, com seus compatriotas, no sábado na Sinagoga. Era um costume dEle. Jesus cura no sábado e trabalha pela salvação da humanidade e com isso Ele inicia uma discussão sobre os objetivos divinos ao nos conceder esse precioso mandamento.

Jesus vai dizer em Marcos 2 que o sábado foi feito por causa do homem. Existem propósitos de Deus ao Ele nos conceder a guarda do sábado. E ao Jesus curar, ‘trabalhar na salvação das pessoas’, Ele está querendo iniciar esta discussão: ‘Então bom, o sábado é um dia de não trabalhar, mas pode falar mal dos outros? Pode desejar a morte dos outros? Era isso que os fariseus estavam fazendo. Estavam guardando o sábado, falando mal de Jesus e planejando Sua morte!

Jesus quer, então, iniciar uma discussão a respeito disso: ‘É isso que é guardar o sábado para vocês?

Jesus não está profanando o sábado! Ele não é um pecador! Ele é o único sem pecado. Guardou todos os sábados da sua vida, de forma perfeita! Esse é Jesus!

Outra coisa, os judeus interpretavam o mandamento do sábado de forma diferente de Jesus. Eles pensavam uma coisa, Jesus outra. E acusavam o Senhor de profanar o sábado e pretender ser igual a Deus. Para os judeus Jesus não era Deus. Eles não tinham entendido isso ainda: “Esse homem transgride o sábado!” “Esse homem quer ser igual a Deus!”

Mas, eles não entenderam que Jesus era o único no meio deles que guardava o sábado. E era Deus feito homem, entre eles. E em breve Jesus vai morrer por todos os fariseus. E em breve Jesus vai mandar uma mensagem para esses fariseus, através dos Seus discípulos: ‘Se arrependam e creiam no Evangelho!’ Olha que Jesus maravilhoso esse! Senhor do sábado!

Dois outros textos muito importantes sobre o sábado nos Evangelhos:

1. Mateus 24: 20 e 22.  Este texto é muito importante, dentro do contexto dos sinais do fim, onde Jesus fala sobre destruição de Jerusalém. Como um símbolo do grande fim do mundo. Jesus dá uma ordem. Olhem a ordem dEle nos versos 20 e 22: ‘Orai para que a vossa fuga não suceda no inverno nem no sábado; [...] E se aqueles dias não fossem abreviados, ninguém se salvaria; mas por causa dos escolhidos serão abreviados aqueles dias.’

Jesus está falando do fim do mundo. Ele pede para a gente orar para que nem mesmo na nossa fuga a gente transgrida o sábado. Nem mesmo no fim do mundo Ele deseja que a gente transgrida o sábado!

2. Lucas 23:56 é outro texto muito importante no Novo Testamento. A Bíblia diz assim: ‘Então voltaram e prepararam especiarias e unguentos. E no sábado repousaram, conforme o mandamento.’

Quando aconteceu isso? Depois da morte de Jesus. Nada do que Jesus ensinou significava que ao Ele morrer o sábado seria abolido. Nada! Jesus está morto neste sábado. E as mulheres que Lhe seguem estão aguardando o sábado, conforme o mandamento maravilhoso! Mensagem do sábado no Novo Testamento!

3- Atos 13:14, 42 e 44 : ‘Mas eles, passando de Perge, chegaram a Antioquia da Psídia; e entrando na sinagoga, no dia de sábado, sentaram-se. [...] Quando iam saindo, rogavam que estas palavras lhes fossem repetidas no sábado seguinte. [...] No sábado seguinte reuniu-se quase toda a cidade para ouvir a palavra de Deus.

Alguns de vocês, que estão lendo esta mensagem, ficarão impressionados com a enorme quantidade de textos que falam do sábado no Novo Testamento. Contrariando o que muitos evangélicos dizem que o sábado não existe no Novo Testamento.

Sábado é dia de ouvir a Palavra de Deus.

Eles quem? Paulo e seus amigos de viagem. Paulo vai no sábado, prega e eles dizem volte no próximo sábado. E no outro sábado Paulo estava lá e foi quase a cidade inteira! Eles queriam ouvir a Palavra de Deus.

- Atos 16: 12-13, Paulo chega em Filipos antes que existisse a igreja dos filipenses que vai receber uma carta que está no Novo Testamento. Nesses versos vemos: e dali para Filipos, que é a primeira cidade desse distrito da Macedônia, e colônia romana; e estivemos alguns dias nessa cidade.

‘... e dali para Filipos, que é a primeira cidade desse distrito da Macedônia, e colônia romana; e estivemos alguns dias nessa cidade. No sábado saímos portas afora para a beira do rio, onde julgávamos haver um lugar de oração e, sentados, falávamos às mulheres ali reunidas.’

Sábado é dia de oração. É dia de sair da cidade. Paulo era um vendedor de tendas. Se ele ficasse ali possivelmente, talvez eles o procurassem para falar de trabalho com ele. Paulo sai dali. Procura um lugar afastado. Um lugar no rio. Existem algumas mulheres ali. Depois vai dizer que elas são tementes a Deus. Isto é, dizer que elas tinahm simpatia pelo judaísmo. Então, elas estavam ali guardando o sábado também. E Paulo vai junto com elas e ora com elas e prega a Palavra de Deus para elas.’

5- Atos 17:2 : ‘Ora, Paulo, segundo o seu costume, foi ter com eles; e por três sábados discutiu com eles. 

Costume de quem? Paulo. O mesmo costume que você vê em Jesus [Lucas 4:6]. Maravilhosa doutrina do sábado! Ela está presente de forma linda no Novo testamento.

O sábado nas Epístolas; O único texto das cartas do Novo Testamento que menciona a palavra sábado é Colossenses 2:16, ‘Ninguém, pois, vos julgue pelo comer, ou pelo beber, ou por causa de dias de festa, ou de lua nova, ou de sábados,[...]’. Entretanto, este tema do sábado está presente nas cartas do Novo Testamento através de inúmeras referências à Lei, aos mandamentos de Deus, no sétimo dia, e etc. Tudo isto fala de forma indireta também da doutrina do sábado.

O Apocalipse. O Apocalipse é um dos livros mais importantes e mais interessante de toda história da humanidade.

O Apocalipse é a coroa do Novo Testamento. É a joia da coroa. É um livro difícil, não é um livro simples, mas é um livro maravilhoso!

Muitas pessoas, porém têm medo de estudar esse livro, imaginando que ele seja um livro sombrio e que só trata de assuntos catastróficos. Muitas pessoas têm medo do livro de Apocalipse! Mas, só pensa assim quem não conhece ou não leu o livro de Apocalipse. Quem já leu sabe que não é bem assim!
Este livro fala de bem-aventurança, que traduzindo na nossa linguagem significa felicidade, alegria. Contentamento. Benção. Esses assuntos são ruins ou bons? Bons!
Bem-aventurado é aquele que lê, ouve, que guarda as palavras dessa profecia. É um tema lindo maravilhoso! Você fica com medo ao ler isso? Outra coisa, o Apocalipse fala do quanto Jesus nos ama. A ponto de derramar o Seu sangue para nos libertar dos nossos pecados.

‘... da parte de Jesus Cristo, que é a fiel testemunha, o primogênito dos mortos e o Príncipe dos reis da terra. Aquele que nos ama, e pelo seu sangue nos libertou dos nossos pecados, [...]’ (Apoc.1:5)

É um tema ruim esse? Jesus carrega os nossos pecados para nos perdoar, para nos transformar, para abençoar nossas vidas. Para nos salvar, nos fazer felizes pela eternidade inteira. É ruim esse livro?

Outra coisa, o livro de Apocalipse fala de adoração celestial; (4:5). Os anjos ao redor do trono louvando a Deus. Imagina a música maravilhosa e perfeita! São os anjos louvando a Deus. É este um livro ruim? O livro Apocalipse fala das pessoas vitoriosas contra o mal. (7: 9-17) Pessoas que vencem o mal. São fiéis ao bem, a verdade, ao amor, etc.

O  livro Apocalipse fala de uma mulher fiel, protegida por Deus em um deserto perigoso. Deus protegendo as pessoas mesmo em meio a situações difíceis. Ele protege a Sua igreja contra o ódio do Diabo. É um livro ruim esse?

O Apocalipse fala de uma alegria jubilosa. De uma festa sem igual que aconteceu no Céu. (Apocalipse 19).

E o livro fala de um novo Céu e uma Nova Terra. Uma nova Jerusalém perfeita, que irradia a glória de Deus. Um lugar onde não há morte para sempre. É ruim esse livro? É chato? É sombrio? Isso é o que o Diabo quer que você pense.


Interpretação do Apocalipse

O Apocalipse está construído sobre o fundamento do Antigo Testamento. Isto é importante você entender. O Apocalipse não faz citação do Antigo Testamento, ele faz alusões. Exemplos:

. Apocalipse 4:6 : Fala de um Cordeiro que foi morto, Jesus Cristo. O Cordeiro que foi morto estava assentado no trono. Toda adoração a Deus no Antigo Testamento estava fundamentada no sacrifício de animais.  No sacrifício do Cordeiro que substitui o pecador. Todo o Antigo Testamento é isso: Venha até o Santuário. Confesse o seu pecado. O animal morre por você e você está perdoado.

É o Cordeiro que morre para lhe salvar do seu pecado! Claro que tudo aquilo no Antigo Testamento era um símbolo. O livro de Hebreus vai dizer que não fomos perdoados por causa do sangue dos animais. Mas, por causa do sangue de Jesus Cristo. Deus que Se fez homem para nos salvar. De forma que o Cordeiro que foi morto no Apocalipse está construída sobre a base do Antigo Testamento.


. Apocalipse 11:19: A Arca da Aliança no Santuário do Céu.

O Antigo Testamento diz que Deus ordenou a construção do Santuário na Terra para ilustrar o Santuário do Céu. Isto tem referência onde? No Antigo Testamento.

. Apocalipse 13:16-18 : A marca sobre a mão ou sobre a fronte

A Bíblia diz que quem não receber a marca da besta na sua fronte e na sua mão não poderá comprar ou vender. E alguns evangélicos pensam que essa mensagem é muito nova. Pensam que é o que há de mais novo na tecnologia do mundo!

Deuteronômio 6:8, no Antigo Testamento: ‘Também as atarás por sinal na tua mão e te serão por frontais entre os teus olhos;’

Aqui se diz que os fiéis devem atar a Palavra de Deus na sua fronte ou na sua mão. A Palavra de Deus no nosso coração, na nossa prática. Na nossa vida.

Quem é que recebe a marca da besta? Quem recebe no seu coração, na sua prática, na sua vida aquilo que é contra a Lei de Deus. Deuteronômio 6 vem logo depois da recapitulação dos 10 Mandamentos em Deuteronômio 5. O Apocalipse está construído sobre o fundamento do Antigo Testamento.

. Apocalipse 17 e 18, a Babilônia do Apocalipse. Vai estudar Antigo Testamento: a Torre de Babel (Gênesis 4). Vai estudar Isaías, Jeremias, Ezequiel, II Crônicas ... um monte de livro que fala da Babilônia histórica. Vai estudar o livro de Daniel, do rei Nabucodonosor. Tudo Antigo Testamento.

Se você não conhecer o livro de Daniel, se você não conhecer o livro de Isaías, você nunca vai entender o Apocalipse. Tem briga entre o Antigo Testamento e o Novo? Quem não conhece o Antigo Testamento jamais vai saber do que o Novo Testamento está falando!

 O sábado no Apocalipse. Abra sua bíblia em Apocalipse 14: 6-7. É a Palavra de Deus. E na Lei de Deus está escrito para você lembrar do dia do sábado. Estudar o sábado do Novo Testamento é fantástico! É maravilhoso!
Lembram que eu falei para vocês que o Novo Testamento não faz citação do Antigo Testamento, ele faz alusão? Compare esses dois textos:


Éxodo 20:8-11

Apocalipse 14:6-7;12

‘Lembra-te do dia do sábado, para o santificar. Seis dias trabalharás, e farás todo o teu trabalho; mas o sétimo dia é o sábado do Senhor teu Deus. Nesse dia não farás trabalho algum, nem tu, nem teu filho, nem tua filha, nem o teu servo, nem a tua serva, nem o teu animal, nem o estrangeiro que está dentro das tuas portas. Porque em seis dias fez o Senhor o céu e a terra, o mar e tudo o que neles há, e ao sétimo dia descansou; por isso o Senhor abençoou o dia do sábado, e o santificou.’

‘E vi outro anjo voando pelo meio do céu, e tinha um evangelho eterno para proclamar aos que habitam sobre a terra e a toda nação, e tribo, e língua, e povo, dizendo com grande voz: Temei a Deus, e dai-lhe glória; porque é chegada a hora do seu juízo; e adorai aquele que fez o céu, e a terra, e o mar, e as fontes das águas. [...] Aqui está a perseverança dos santos, daqueles que guardam os mandamentos de Deus e a fé em Jesus.’

Nesse contexto o Apocalipse fala daqueles que guardam os mandamentos de Deus e a fé em Jesus. Para que você não tenha nenhuma dúvida, João está falando dos mandamentos de Deus. E na Lei de Deus está escrito para você lembrar-se do dia de sábado! Se você não conhecer o livro de Daniel, se você não conhecer o livro de Isaías, você nunca vai entender o Apocalipse.

Tem conflito entre o Antigo e o Novo Testamento? Quem não conhece o Antigo Testamento jamais vai saber do que o Novo Testamento está falando.

Eu sei que é pesado. Um monte de informação. Um monte de texto. Mas, eu quero impressionar vocês com a Palavra de Deus. Para vocês entenderem a seriedade desse assunto na bíblia. E eu termino essa mensagem com a pergunta: você que está lendo este estudo entende que a fidelidade ao mandamento do sábado, o 4º mandamento da Lei de Deus, está presente também no Novo Testamento e não só no Velho Testamento? Este é o apelo que o autor faz hoje. Escreva para ele: vemsenhorjesus@autlook.com.br, dizendo assim: “Eu entendo que a mensagem de fidelidade ao sábado está presente também no Novo Testamento. Eu quero guardar os mandamentos de Deus, inclusive o sábado.”

A mensagem de Deus é clara. Deus pede de nós adoração e obediência. E naquilo que nós falhamos, ou seja, que nós pecarmos, Ele nos promete redenção através do seu sangue.

Todos nós somos pecadores. Incluindo nós que já tomamos a decisão de guardar o sábado. Nós que não trabalhamos nesse dia. Nós que não buscamos os nossos próprios interesses neste dia. Aqueles que vêm à igreja no dia do sábado. Ninguém é melhor do que ninguém aqui dentro da igreja.

Mas, Deus deu uma lei que não foi para ficar de enfeite na parede da casa. Nem na parede da igreja, Foi, todavia, para coloca-la em nossos corações. Porque em resumo essa lei só quer dizer uma coisa: ame a Deus. Adore a Deus acima de tudo e ame as pessoas. Essa é a mensagem de Deus.

Orem a Deus, busquem a Deus, porque o Senhor vai falar ao seu coração para o transformar, para abençoar, para salvar. Porque é isto que Ele tem feito na minha vida e eu só vou compartilhar com vocês o que Deus tem falado para mim.

Deus tem me pedido para que eu seja fiel. Que eu abandone meus pecados e que eu seja um fiel guardador do sábado. Sem mentiras, sem vaidades, sem orgulho e sem outras coisas que são pecado também.

Se você quiser fazer parte desse grupo busque a Deus no seu lar. Ore e estude a Bíblia. Tome a decisão de ser fiel e sendo fiel, Deus vai lhe fazer feliz. Neste mundo apesar das tribulações, na certeza de que você terá a vida eterna, em nome do Nosso Senhor Jesus Cristo!

Pr. Ezequiel Gomes


_______



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

3º Dia: Por que as coisas pioram quando mais buscamos a Deus?

5º Dia: Unges a minha cabeça com óleo e o meu cálice transborda

Refletindo um pouquinho sobre 2 Reis 2: 9- 13