Tempos Empolgantes – 2

CPB – Aqui você encontra mais livros sobre a história do Adventismo

“E será pregado este evangelho do reino por todo o mundo, para testemunho a todas as nações. Então, virá o fim”. Mateus 24:14

O estudo das profecias bíblicas não foi a única reação religiosa à Revolução Francesa. Ocorreu também como desdobramento o maior reavivamento religioso da história dos Estados Unidos. Desde os anos 1790, até a década de 1840, o Segundo Grande Despertamento fez mais do que qualquer outro evento na história do jovem país para transformá-lo numa nação cristã.

Com o reavivamento religioso, aconteceu uma onda de reformas sociais e individuais. Muitos acreditavam que as rupturas políticas e tecnológicas do fim do século 18 e início do século 19 haviam começado a proporcionar os instrumentos para a criação do Céu na Terra. Surgiram centenas de movimentos de reforma para o aperfeiçoamento da sociedade humana.

Grupos pró-reforma apareceram em quase todas as áreas imagináveis de interesse do ser humano, no início do século 19. Foi nessa época que as campanhas para a abolição da escravatura, das guerras e do consumo de álcool se tornaram fatores importantes da cultura norte-americana. Além disso, surgiram associações para promover a educação pública, um melhor tratamento aos surdos, cegos, doentes mentais e prisioneiros, a igualdade entre os sexos e as raças, e assim por diante. Extrapolando a esfera social, era possível encontrar organizações defendendo mudanças pessoais em áreas de reforma moral e saúde, inclusive a Sociedade Vegetariana Norte-Americana.

Religiosos e secularizados uniram energias e recursos na esperança de aperfeiçoar a sociedade por meio de um movimento de reforma. No entanto, os religiosos iam além de seus contemporâneos, criando sociedades bíblicas, associações de missões locais e estrangeiras, uniões de escolas dominicais e grupos para promover a santidade do domingo. Pela primeira vez, os cristãos protestantes sentiram a necessidade de pregar o evangelho a todo o mundo.

A ideia era que as reformas e outros aspectos do Despertamento preparariam o mundo para o início do milênio de Apocalipse 20, durante o qual a Terra continuaria a melhorar até o retorno de Cristo no fim dos mil anos. Foi a um mundo cheio de empolgação pelo início do milênio que Guilherme Miller começou a pregar sua mensagem do advento. Por conta disso, as igrejas de toda parte o recebiam de braços abertos.

Deus preparou o caminho. Ele sempre faz isso. Nossa tarefa é seguir Sua direção.

Você pode ver aqui os outros dias dessa meditação

Tags .Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *