2- A Linguagem do Apocalipse

2.1- O livro é uma revelação divina. Deus quer imprimir na nossa mente que Seus atos de salvação no futuro serão muito semelhantes aos Seus atos de salvação no passado.

2.2- Os símbolos foram escolhidos por Deus. Os leitores do 1° século entenderam a maioria dos símbolos do livro à luz de seu conhecimento textual.

2.3- João recebeu o conteúdo por meio de visões. Se tivermos em mente o caráter simbólico do Apocalipse nós nos protegeremos contra a aplicação literal dos símbolos, o que pode distorcer a mensagem profética.

O estudo do Apocalipse requer um entendimento simbólico das cenas e dos eventos registrados, mesmo que o texto indique com clareza que se tem em mente uma compreensão literal.

A sua linguagem simbólica foi extraída de uma realidade histórica.

2.4- Identificar as referências ao Antigo Testamento é crucial para a compreensão da mensagem do livro. O Apocalipse contém citações de 28 dos 39 livros do Antigo Testamento.

2.5- Apocalipse é um livro primordialmente simbólico. O vocabulário, em grande parte não deve ser entendido de maneira literal.

2.6- Referências a Jesus Cristo ao longo do livro de Apocalipse:

. Filho do homem

. Leão da tribo de Judá

. O Cordeiro

. O Filho varão

. O Verbo de Deus

2.7- O Santuário Celestial é a sala do trono

2.8 – Era Cristã. A linguagem profética do Apocalipse obedece duas etapas*:

– Época de João = o que o texto significou

– O que o texto significa para mim hoje

2.9 – A leitura tem que obedecer o principio da contextualização:

– testamento judaico apocalíptico

– ambiente e cultura da época e regiões

– realidade política

– leitura do Novo Testamento

– leitura do Antigo Testamento

Você pode ver o estudo completo do Livro Apocalipse aqui

Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *